Avenida Carlos Gomes, nº 258, Cj: 805

Notícias

Simm tem vagas para pedagogo, cabeleireiro e manicure; confira lista


27/01/2020 22:20 - g1.globo.com


Interessados devem ir a um dos postos do órgão e levar documentos. Simm tem vagas para pedagogo, cabeleireiro e manicure; confira lista Valter Pontes O Serviço Municipal de Intermediação de Mão-de-obra (Simm) divulgou as vagas de emprego disponíveis para esta terça-feira (28), em Salvador. [Confira abaixo a lista] Os interessados devem ir na Sede do Simm, que fica na Rua Miguel Calmon, 506, no Edifício Ouro Preto, no Comércio, nas prefeituras-bairro de Itapuã, Pau da Lima e subúrbio e no posto do Simm na Boca do Rio. Os candidatos devem levar originais da Carteira de Trabalho (com o nº do: PIS, Pasep ou NIS), carteira de identidade, CPF, comprovante de residência e histórico escolar, para realização de cadastro, de busca por vagas e para encaminhamento para entrevistas e seleções de trabalho/emprego. O atendimento é feito das 7h às 17h, mediante distribuição de senhas, que são entregues a partir das 6h30. Confira as vagas: Pedagogo Superior completo em Pedagogia, 6 meses de experiência Salário: a combinar + benefícios 2 vagas Auxiliar de limpeza (vaga exclusiva para pessoas com deficiência) Ensino médio completo, 3 meses de experiência, desejável experiência na área hospitalar. Salário: 1.129,46 + benefícios 3 Vagas Auxiliar Administrativo (vaga exclusiva para pessoas com deficiência) Ensino médio completo, 3 meses de experiência, imprescindível conhecimento em informática. Salário: 1.212,60 + benefícios 3 Vagas Cozinheiro de Restaurante Ensino médio completo, 6 meses de experiência, ter disponibilidade de horário. Salário: R$ 1.100,00 + benefícios 1 vaga Auxiliar de Limpeza em Condomínio Ensino médio completo, 6 meses de experiência, imprescindível experiência com limpeza em Condomínio, vaga zoneada exclusivamente para moradores da Suburbana Salário: 1.093,00 + benefícios 1 vaga Auxiliar de padaria Ensino fundamental completo, 6 meses de experiência, imprescindível experiência recente. Salário: 1.082,00 + benefícios 7 Vagas Auxiliar de açougue Ensino fundamental completo, 6 meses de experiência, imprescindível experiência recente. Salário: 1.082,00 + benefícios 7 Vagas Repositor de mercadorias Ensino médio completo, 3 meses de experiência, vaga zoneada apenas para moradores dos seguintes bairros: PLATAFORMA, ITACARANHA, ESCADA, ALTO DA TEREZINHA, RIO SENA, PRAIA GRANDE, PERIPERI, FAZENDA COUTOS, PARIPE, SÃO TOMÉ DE PARIPE. Salário: a combinar + benefícios 10 Vagas Operador de telemarketing ativo e receptivo (estágio) Ensino superior cursando em Administração ou áreas afins a partir do 1º semestre, sem experiência. Salário: a combinar + benefícios 5 Vagas Cabeleireiro Ensino médio completo, 6 meses de experiência, curso na área, disponibilidade para residir em alojamento de funcionários em Mata do São João. Salário: a combinar + benefícios 2 Vagas Recepcionista Bilingue Ensino médio completo, 6 meses de experiência, imprescindível conhecimento intermediário no idioma Espanhol, disponibilidade para residir em alojamento de funcionários em Mata do São João. Salário: a combinar + benefícios 5 Vagas Promotor de vendas Ensino médio completo, 6 meses de experiência, imprescindível conhecimento intermediário no idioma Espanhol, disponibilidade para residir em alojamento de funcionários em Mata do São João. Salário: a combinar + benefícios 5 Vagas Consultor de Vendas Ensino médio completo, 6 meses de experiência, desejável conhecimento em purificadores de água. Salário: a combinar + benefícios 1 Vaga Manicure Ensino médio completo, 6 meses de experiência, imprescindível vivência com depilação, vaga zoneada para os bairros de CANELA /FEDERAÇÃO/GARCIA/VASCO DA GAMA/ENGENHO VELHO. Salário: a combinar + benefícios 2 Vagas Polidor de Veículos Ensino médio completo, 6 meses de experiência, imprescindível experiência com extratora de limpeza, pulverizadora, bicos de ar comprimido e polimento Salário: 1.100,00 + benefícios



Petróleo fecha 5ª sessão seguida de perdas com temores sobre o coronavírus


27/01/2020 22:03 - g1.globo.com


Proliferação do coronavírus pode prejudicar a demanda pela commodity; desde 20 de janeiro, o Brent acumula perdas de 9,01% e o WTI cede 9,61% Os contratos futuros do petróleo recuaram nesta segunda-feira (27) pela quinta sessão consecutiva, ainda pressionados pelos receios sobre a proliferação do coronavírus, que pode prejudicar a demanda pela commodity. O contrato do Brent para março fechou em queda de 2,25%, a US$ 59,32 por barril, na ICE, em Londres, enquanto que o contrato do WTI para o mesmo mês recuou 1,93%, a US$ 53,14 o barril, na Bolsa de Mercadorias de Nova York (Nymex). Campo de petróleo da chinesa CNPC, em Bayingol. Reuters Desde o dia 20 de janeiro, o Brent acumula perdas de 9,01%, enquanto o WTI cede 9,61%. O petróleo tem sido castigado pelas notícias sobre o coronavírus e voltou a cair depois que o governo chinês confirmou que o número de mortes causadas pelo coronavírus subiu para 82. A China consome cerca de 13,5 milhões de barris de petróleo por dia, ou cerca de 10 milhões a mais do que produz, de acordo com dados da BP. O país é o maior importador líquido da commodity, e o receio é que o surto do coronavírus desequilibre o mercado do lado da demanda. Segundo o “Wall Street Journal”, os ministros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) já estão, inclusive, discutindo como responder aos efeitos da epidemia e consideram aprofundar os cortes de produção até o fim de 2020. Os preços do petróleo operavam em queda ainda mais acentuada no começo do dia e devolveram parte das perdas com a notícia.



Temor sobre coronavírus se espalha e bolsas de NY fecham com forte queda


27/01/2020 21:41 - g1.globo.com


Após longo período de alta, investidores também avaliam crise relacionada ao surto como oportunidade de realização de lucros. Os índices acionários de Nova York estenderam as perdas causadas pelos temores em torno do surto do coronavírus, levando o Dow Jones a apagar praticamente todos os ganhos no ano e os índices S&P 500 e Nasdaq a fechar a primeira sequência de dois dias de perdas em 2020. Após ajustes, o Dow Jones fechou em queda de 1,57%, a 28.535,80 pontos, o S&P 500 recuou 1,57%, a 3.243,63 pontos, e o Nasdaq perdeu 1,89%, a 9.139,30 pontos. Os temores em torno do surto do coronavírus continuam se agravando, depois que Pequim confirmou que o número de vítimas letais da doença subiu para 82, e que o número total de casos avançou para cerca de 3.000 pessoas. Coronavírus leva preocupação ao mercado acionários dos EUA Reuters Coronavírus: o avanço da doença que já afeta 4 continentes impactará a economia mundial? Nos EUA, há cinco casos confirmados e outros países, como França e Japão, também reportaram a confirmação de casos. Os investidores temem que o coronavírus retarde a retomada da expansão econômica global, que passou a ser precificada nas últimas semanas. Além disso, o episódio chega em um momento particularmente difícil para a China, que enfrenta dificuldades para estabilizar seu crescimento econômico. Além disso, após um longo rali no mercado acionário americano, investidores têm avaliado a crise relacionada ao vírus na China como uma oportunidade de embolsar lucros. "Colocando a tragédia humana de lado, do ponto de vista dos mercados, o coronavírus pode servir para retirar parte do fôlego de um mercado, que cresce rapidamente há meses", disse Jasper Lawler, chefe de pesquisa do London Capital Group, em uma nota para os clientes. Preocupação com coronavírus causa impactos nas bolsas Todos os 11 setores que compõem o S&P 500 fecharam em terreno negativo, ainda que os setores mais defensivos de consumo básico (-0,32%), serviços de utilidade pública (-0,31%) e imobiliário (-0,42%) tenham encerrado o dia com perdas mais modestas. Na ponta negativa, o setor de energia fechou em queda de 2,77% e acumula perdas de 8,46% no ano, prejudicado pela forte queda do petróleo. Hoje, o contrato mais negociado do Brent, a referência global, fechou em queda de 2,25%, a US$ 59,32 por barril, acumulando perdas de 9,01% desde o fechamento do dia 20 de janeiro. O setor de tecnologia, que vinha liderando os ganhos no S&P 500, caiu 2,36% na sessão e cedeu a liderança nos ganhos acumulados em 2020 às ações de utilidade pública, que sobem 5,43% no período. Os balanços trimestrais saíram do centro das atenções em Wall Street, mas os receios em torno do coronavírus começam a aparecer em algumas das apresentações de resultados trimestrais. Amanhã, as gigantes de tecnologia Apple e Microsoft reportam seus resultados do quarto trimestre. Joe Moller, diretor executivo da Procter & Gamble, disse na quinta-feira que o surto "pode afetar a confiança do consumidor em grandes partes do mercado". O executivo disse também que "isso pode afetar as viagens, o que afeta os nossos negócios, então essa é uma das muitas peças que é importante termos em mente quando pensamos nas perspectivas para o futuro".



Bolsas de Xangai e Shenzhen ficarão fechadas até 2 de fevereiro


27/01/2020 21:28 - g1.globo.com


Objetivo é ajudar a controlar a proliferação do coronavírus. Autoridades chinesas confirmaram nesta segunda-feira (27) que os mercados financeiros do país também estenderão o feriado do Ano Novo Lunar em uma tentativa de ajudar a controlar a proliferação do coronavírus. Investidor passa em frente a display de ações em Xangai, China, nesta segunda-feira (6) Aly Song/Reuters De acordo com uma matéria do "South China Morning Post", a bolsa de Xangai, que está fechada desde o dia 23 de janeiro devido ao feriado, só voltará a operar no dia 3 de fevereiro. Coronavírus: o avanço da doença que já afeta 4 continentes impactará a economia mundial? A bolsa Shenzhen também adiará a retomada das atividades, de acordo com uma fonte a par do assunto. A bolsa de Hong Kong, porém, disse que voltará a operar no dia 29 de janeiro. O Conselho Estatal da China estendeu hoje o feriado em dois dias úteis, até o dia 2 de fevereiro.



Cade aprova compra de parte da Embraer pela Boeing


27/01/2020 21:27 - g1.globo.com


Conselho, responsável por avaliar fusões desse tipo, julgou que empresas não concorrem nos mesmos mercados. Boeing comprará participação e criará empresa conjunta com Embraer. Combinação de fotos com as marcas da Boeing e da Embraer Denis Balibouse/Reuters; Roosevelt Cassio/Reuters O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou nesta segunda-feira (27), sem restrições, a compra de parte da Embraer pela Boeing. No entendimento dos conselheiros, as duas empresas não concorrem nos mesmos mercados e, por isso, a transação não representa riscos à concorrência sadia. A operação foi anunciada em julho de 2018, nove meses após a compra de parte da Bombardier pela Airbus – outras duas gigantes da aviação comercial. A nova empresa, resultante dessa união, tem capital avaliado em US$ 4,75 bilhões. A transação será feita em duas "etapas". Em uma delas, a Boeing vai comprar 80% do capital da Embraer ligado à aviação comercial – produção de aeronaves regionais e comerciais de grande porte, segundo material divulgado pelo Cade. Na outra transação, Embraer e Boeing vão criar uma joint venture (nova empresa) voltada à produção da aeronave KC-390, de transporte militar. Esse cargueiro é o maior modelo produzido no Brasil, atualmente – a estreia da aeronave foi em outubro. Segundo nota divulgada à imprensa, o Cade concluiu que a operação trará benefícios à Embraer, "que passará a ser um parceiro estratégico da Boeing". A cooperação tecnológica e comercial pode favorecer, no entendimento da autarquia, os ramos que permanecem com a Embraer, de aviação executiva e de defesa. Entenda por que as gigantes da aviação estão unindo forças A transação já tinha sido aprovada pela Câmara de Comércio dos Estados Unidos, mas ainda requer aval da União Europeia. No início do ano, os reguladores europeus anunciaram que tomarão uma decisão até 30 de abril. Sem dano à concorrência Em 2019, acionistas aprovaram fusão entre Embraer e Boeing Ao analisar a operação comercial, o Cade se baseou em modelos com capacidade entre 100 e 150 assentos. E identificou que, "apesar de as condições de entrada no setor não serem favoráveis", a operação não terá impacto negativo na rivalidade que já existe no mercado. Segundo o Cade, "a ampliação do portfólio da Boeing deve aumentar sua capacidade de exercer pressão competitiva contra a líder Airbus, empresa que domina esse mercado". Já na área de defesa (militar), o Cade analisou o risco de dano ao mercado de aeronaves tripuladas de porte similar – como o C-40 Clipper e o KC-46 A Pegasus, que já são produzidos pela Boeing. No entendimento do conselho, como a operação de joint venture não representa a união dos portfólios militares de Boeing e Embraer, não há risco de dano à concorrência.



Paulista abre seleção com 27 vagas para médicos e salário de até R$ 11,6 mil


27/01/2020 21:10 - g1.globo.com


Inscrições são gratuitas e, segundo a prefeitura, começam na terça-feira (28) e seguem até 7 de fevereiro, de forma presencial ou pelos Correios. Prefeitura de Paulista, no Grande Recife Reprodução/Google Street View A prefeitura de Paulista, no Grande Recife, anunciou, nesta segunda-feira (27), a abertura de uma seleção simplificada para a contratação temporária de 27 médicos para atuar na rede municipal de saúde. Os salários oferecidos chegam a R$ 11,6 mil e também será feito cadastro de reserva. As inscrições são gratuitas e começam na terça-feira (28), quando também será publicado, no Diário Oficial dos Municípios, o edital da seleção. O cadastramento segue até 7 de fevereiro, das 14h às 17h. Para se inscrever, segundo a prefeitura, é preciso ir até a Superintendência da Gestão do Trabalho da Secretaria de Saúde. Ela fica na Avenida Prefeito Geraldo Pinho Alves, nº 222, Maranguape I (antiga Av. Brasil, no Campo de Aviação da Família Lundgren). Os candidatos podem fazer o cadastramento via SEDEX, desde que a documentação seja enviada dentro do prazo estabelecido. Há vagas para as seguintes especialidades: Médico de Saúde da Família Infectologista Cardiologista; Psiquiatra adulto e infantil Urologista Ginecologista Geriatra O processo de seleção será composto por avaliação curricular. A organização vai levar em conta os títulos dos candidatos e a experiência profissional. Os contratos terão validade de um ano, podendo ser prorrogado por igual período. A previsão é de que o resultado final da seleção seja divulgado no dia 3 de março. Os novos profissionais devem iniciar as atividades no dia 23 do mesmo mês.



Usuários reclamam de problemas para usar Google Drive


27/01/2020 20:47 - g1.globo.com


Serviço de armazenamento de arquivos do Google ficou fora do ar na tarde desta segunda-feira (27). Segundo a empresa, problema já foi corrigido. Google Drive, serviço de armazenamento na nuvem do Google. Divulgação/Google O serviço de armazenamento de arquivos Google Drive ficou fora do ar na tarde desta segunda-feira (27), de acordo com usuários. O site Down Detector, que mostra o status de sites, aplicativos e serviços online confirmou que a plataforma passava por problemas. De acordo com o Google, o problema já foi resolvido. "Nós nos desculpamos pelo inconveniente e agradecemos pela paciência e suporte. Confiabilidade do sistema é uma prioridade para o Google", disse a empresa em um comunicado sobre detalhes do serviço. O Google Drive funciona como ferramenta de trabalho para muitas pessoas e empresas, que utilizam mecanismos para criação de documentos e planilhas no serviço. As principais reclamações aconteceram nos Estados Unidos, mas no Brasil usuários do Drive também tiveram problemas para acessar documentos. Muitos reclamaram no Twitter do problema, onde houve mais de 60 mil menções ao serviço. Initial plugin text Initial plugin text



Como foi a visita de Bolsonaro à Índia para o agronegócio


27/01/2020 19:03 - g1.globo.com


Considerada a "China do amanhã", setor tem grande interesse no mercado indiano. Veja os avanços e o que ficou para depois. O presidente brasileiro Jair Bolsonaro e o premiê Narendra Modi em Nova Déli, no último sábado (25) REUTERS/Altaf Hussain O presidente Jair Bolsonaro termina nesta segunda-feira (27) sua viagem oficial à Índia, com a assinatura de 15 acordos bilaterais, sendo alguns deles na setor agropecuário. Na declaração conjunta dos dois países, 6 itens tratam sobre a agropecuária e 1 fala sobre bioenergia – especialmente etanol, que é uma demanda da atividade. O agronegócio tem um olhar especial voltado para a Índia, ela é considerada pelo governo como a "China do amanhã". Com população acima de 1 bilhão de pessoas, é um mercado que pode ser tão importante quanto o dos chineses. Mas o desafio é aumentar as exportações do setor, que foram de US$ 675,6 milhões em 2019, para uma cifra ainda maior. Como base de comparação, os chineses compraram do Brasil US$ 31 bilhões de produtos agropecuários no mesmo período. Exportações do agronegócio para a Índia G1 Agro Durante a visita oficial, os governos indiano e brasileiro se comprometeram a dobrar intercambio comercial entre os dois países até 2022, de US$ 7 bilhões para cerca de US$ 15 bilhões. A agropecuária tem papel importante, mas, em cifras, a viagem trouxe pouca novidade para o setor. Os destaques foram a abertura de mercado para a exportação do gergelim brasileiro, a cooperação entre os dois países para o aumento da produção de etanol e parcerias em pesquisas agropecuárias. Em contrapartida, os indianos vão poder exportar sementes de milho para o Brasil e tentam um acordo para encerrar um questionamento feito pelo governo brasileiro dentro da Organização Mundial do Comércio (OMC) sobre os subsídios da Índia à produção de açúcar. O G1 separou os principais destaques para o agronegócio da visita de Bolsonaro à Índia: Açúcar e etanol A Índia é um dos grandes produtores mundiais de açúcar e concorrente do Brasil. O objetivo dos produtores brasileiros é conseguir equilibrar a oferta mundial do produto, para que não exista grandes variações de preços, especialmente na queda. Para isso, a indústria Brasileira buscava duas coisas na Índia: compromissos do governo indiano para deixar de subsidiar as exportações de açúcar e mais empenho na produção de etanol. Quanto ao segundo item, os governos do Brasil e da Índia se comprometeram em ampliar o uso de energias renováveis, sendo uma delas o etanol. O presidente Jair Bolsonaro comentou o entendimento após a assinatura dos acordos. "O etanol, essa tecnologia nossa, vindo para cá, acaba nos favorecendo também porque daí se produz menos açúcar aqui e ajuda a equilibrar o mercado", afirmou Bolsonaro, que também cogitou a possibilidade de fabricação de carros flex na Índia por meio de empresas brasileiras. Quanto aos subsídios a exportação de açúcar, Jair Bolsonaro disse ter recebido do primeiro-ministro Narendra Modi pedido para que o Brasil retire um questionamento na OMC a respeito do açúcar. Na organização, o Brasil argumenta que as políticas indianas de incentivo ao setor açucareiro local geraram prejuízos aos agricultores brasileiros e ajudaram a derrubar as cotações do produto no mercado internacional. Com os incentivos, as exportações de açúcar da Índia saltaram de 2 milhões de toneladas na temporada 2017-2018 para 5 milhões de toneladas em 2018-2019. "Ele [Modi] me disse que o açúcar comerciado para fora equivale a 2% do montante. Então, isso é pequeno. Pedi ao Ernesto Araújo [ministro das Relações Exteriores] para [verificar] a possibilidade de rever essa posição do Brasil", declarou. Caso o questionamento seja encerrado, ele poderá ser uma derrota para o setor brasileiro. Porém, até a publicação deste texto, não existe nenhum anúncio oficial sobre o fim do processo na OMC. Exportação de gergelim O Brasil conseguiu a abertura de mercado para um produto na visita à Índia: o gergelim. O país ainda produz pouco, cerca de 25 mil toneladas, mas é um grão que pode ser cultivado após a safra de soja – a maior do país –, e os agricultores têm se interessado pela sua produção. O mercado mundial de gergelim gira em torno de US$ 3 bilhões, e, no último ano, o Brasil vendeu cerca de US$ 24 milhões. O maior produtor mundial é justamente a Índia, que também é a maior consumidora. "O Brasil vai poder contribuir suprindo a demanda de gergelim, o que é importante para uma nova cultura que o Brasil vem desenvolvendo", afirmou em nota a ministra da Agricultura, Tereza Cristina. Em compensação, o Brasil importará sementes de milho da Índia. "Estamos abrindo para a Índia as exportações de semente de milho, levando tecnologia indiana para o Brasil. Isso será muito importante para o começo da cooperação entre os nossos governos", completou a ministra. Após quatro dias na Índia, Bolsonaro volta ao Brasil Pesquisa agropecuária O entendimento entre Brasil e Índia prevê também uma cooperação em sanidade animal (comércio de animais, material genético e produtos de origem animal), que envolve pecuária e pesca; capacitação técnica (assistência técnica, cursos e estágios e transferência de tecnologia em reprodução animal) e pesquisa em genômica bovina e intercâmbio mútuo de germoplasma (material genético). Os países também se comprometeram na instalação de um Centro de Excelência em Pecuária Leiteira em território indiano, além da promoção comercial e investimento entre os setores privados dos dois países, com destaque para atuação de empresas brasileiras de genética bovina na Índia. Na declaração, Brasil e Índia referendaram memorando de entendimento entre a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e o Departamento de Pecuária e Lácteos da Índia, firmado em 2016, para capacitação de técnicos indianos em fertilização in vitro. Os líderes também querem ampliar a cooperação na pesquisa agrícola entre a Embrapa e o órgão local, o Indian Council of Agricultural Research (Icar). Os governos mencionam coco, leite, búfalo, cana-de-açúcar e grãos de leguminosas como temas acordados para pesquisa conjunta. Ficou para depois A carne de frango brasileira, produto que já é autorizado a exportar e que enfrenta uma alta taxação, não foi citada no declaração dos dois países. A Índia impõe taxas de importação de 100% sobre produtos de frango e de 30% sobre frangos inteiros, consideradas elevadas demais para que o Brasil consiga avançar no mercado local, onde a indústria de frango tem crescido mais de 10% ao ano. A expectativa dos frigoríficos brasileiros era de que essas barreiras pudessem cair durante a visita oficial do governo brasileiro, mas nada foi anunciado. Além disso, os dois países manifestaram interesse em aumentar outras trocas comerciais, como as exportações de abacate, cítricos e madeira de ipê provenientes do Brasil, e as exportações de milheto (utilizado para alimentação de gado), sorgo, canola e algodão da Índia.



Tesouro Direto: venda de títulos em 2019 sobe 72% e soma R$ 30 bilhões, valor recorde


27/01/2020 18:29 - g1.globo.com

Queda dos juros também impulsionou os resgates de títulos públicos no ano passado, que atingiram R$ 30,915 bilhões, valor também recorde e que superou o das emissões. A venda de títulos públicos por meio do Tesouro Direto registrou aumento de 72% no ano passado, para R$ 30,882 bilhões, informou nesta segunda-feira (27) o governo federal. Em um ano marcado pela queda dos juros, os resgates de títulos em 2019 também atingiram valor recorde: R$ 30,915 bilhões. Desse total, R$ 21,324 bilhões correspondem a resgates antecipados e, outros R$ 9,591 bilhões, a resgates devido ao vencimento do papel. No ano passado, o Banco Central promoveu uma série de cortes na Selic, a taxa básica de juros da economia, que em dezembro chegou à mínima histórica de 4,5% ao ano. Com isso, a remuneração de títulos públicos também ficou menor. Esse movimento provocou a valorização dos títulos comprados antes da queda da Selic. Muitos investidores aproveitaram para vender seus papéis e embolsar lucros. O Tesouro Direto foi criado em janeiro de 2002 e permite a pessoas físicas a compra de títulos públicos pela internet, por meio de bancos e corretoras. Segundo o gerente do Tesouro Direto do Ministério da Economia, Diego Link, a venda antecipada de títulos públicos pelos investidores é um "movimento natural quando ocorre uma queda das taxas de juros, com consequente aumento do [preço do] título". "O investidor tem um planejamento de ter um rendimento em um determinado número de anos. Se o preço [do título] sobe muito, ele consegue um rendimento elevado em um período curto de tempo e opta por auferir esse lucro", disse ele. Investidores cadastrados De acordo com o Tesouro Nacional, 2,513 milhões de novos investidores se cadastraram no programa em todo ano passado. Com isso, o número total de pessoas cadastradas passou de 3,374 milhões, no fim de 2018, para 5,626 milhões no fechamento do ano passado - um aumento de 80,7%. "O número de investidores ativos chegou a 1.201.181, uma variação de 52,8% nos últimos doze meses. No mês [de dezembro], o acréscimo foi de 28.410 novos investidores ativos", acrescentou a instituição. Volume total de aplicações Mesmo com o resgate de recursos do Tesouro Direto em 2019, o saldo total (estoque) de títulos em mercado alcançou o montante de R$ 59,645 bilhões no fim do ano passado, uma alta de 9,98% sobre dezembro de 2018 (R$ 54,233 bilhões). "Os títulos remunerados por índices de preços [inflação] respondem pelo maior volume no estoque, alcançando 48,5%. Na sequência, aparecem os títulos indexados à taxa Selic, com participação de 33,3% e, por fim, os títulos prefixados, com 18,2%", informou o Tesouro Nacional. Renda fixa em baixa Apesar do recorde registrado com a venda de títulos públicos por meio do Tesouro Direto no ano passado, analistas avaliam que os investimentos em renda fixa como Tesouro Direto, CDB´s e poupança, vêm perdendo atratividade nos últimos meses. Isso está relacionado com a queda dos juros básicos da economia, que atingiram a mínima histórica de 4,5% ao ano em dezembro ano passado. Com o atual patamar da taxa Selic, por exemplo, a remuneração da poupança está hoje em 3,15% ao ano, mais Taxa Referencial. A poupança perdeu para a inflação em 2019 e a expectativa é que isso ocorra novamente neste ano. Uma alternativa para os investidores conseguirem uma remuneração mais alta é a renda variável, ou seja, a bolsa de valores. Nesse caso, porém, o risco assumido é maior, pois pode haver perda de recursos. A bolsa foi a aplicação financeira que apresentou o maior retorno em 2019, superando até mesmo o investimento em ouro. Diego Link, gerente do Tesouro Direto, observou, porém, que qualquer carteira de investimentos sempre aloca uma parte dos recursos em renda fixa, com perfil mais conservador, e outra em renda variável. "Se considerar que os títulos públicos são o investimento mais seguro da economia, falando em risco de crédito, sempre vai existir uma parcela da carteira com alocação em renda fixa e, consequentemente, em Tesouro Direto. Sempre vai ser uma alternativa atrativa por essa opção", avaliou. Além disso, acrescentou ele, o investidor também tende a destinar uma parte de seus recursos para a chamada "reserva de emergência" - que pode, nesse caso, também ser investida em títulos públicos.



Produção da indústria brasileira recua em dezembro, diz CNI


27/01/2020 17:56 - g1.globo.com


Índice de evolução da produção caiu 7,1 pontos frente a novembro e ficou em 43,8 pontos no mês passado. Por outro lado, cresceu a intenção de investir. Indústria em Curitiba de fabricação de cadeiras Divulgação Daiken A produção da indústria brasileira voltou a registrar queda em dezembro, na comparação com novembro, segundo a Sondagem Industrial da Confederação Nacional da Indústria (CNI), realizadas entre os dias 6 a 17 de janeiro, com 1.965 indústrias de todo o país. O estudo mostra que o índice de evolução da produção caiu 7,1 pontos frente a novembro e ficou em 43,8 pontos no mês passado. Essa é a segunda queda nesta base de comparação. Em novembro de 2019, o índice de evolução da produção havia recuado 4,3 pontos em relação a outubro. Contudo, houve melhora em relação a dezembro de 2018, quando o índice de evolução chegou a 40,7. Os indicadores variam de zero a cem pontos. Quando estão abaixo de 50 pontos, mostram queda na produção e no emprego. Em nota, a CNI reforça que as quedas registradas em dezembro frente a novembro foram inferiores as de anos anteriores. “Os dados refletem o comportamento esperado para o período, com queda da atividade industrial devido ao término das encomendas para atender às vendas de fim de ano”, diz a pesquisa da CNI. Já o indicador de evolução do número de empregados diminuiu 1,3 ponto em relação ao mês anterior e alcançou 48,7 pontos em dezembro. Capacidade instalada Já a utilização da capacidade instalada da indústria nacional ficou em 63% em dezembro, 2 pontos percentuais acima do registrado em dezembro de 2018. O índice é o maior para o mês de dezembro desde 2010, quando começou a série. “A indústria encerra 2019 em nível de atividade relativamente mais intenso do que o observado no mês de dezembro de anos anteriores”, avalia a CNI. Em dezembro, o nível de estoques em relação ao planejado diminuiu 1 ponto na comparação com novembro e ficou em 49 pontos. O indicador varia de zero a cem pontos. Quanto está abaixo de 50 pontos, mostra que os estoques estão abaixo do planejado, o que abre espaço para as empresas aumentarem a sua produção. Intenção de investir melhorou Por outro lado, a sondagem da CNI mostra que a disposição da indústria para investir aumentou para os próximos seis meses. O índice de intenção de investimento subiu 1,1 ponto na comparação com dezembro e atingiu 59,2 pontos em janeiro. Foi o quarto aumento consecutivo do indicador, que alcançou o maior nível desde fevereiro de 2014. O indicador varia de zero a cem pontos. Quanto maior o índice, maior é a disposição para os investimentos. "É fundamental que essa intenção se concretize e a indústria amplie os investimentos", diz o economista da CNI Marcelo Azevedo. “O aumento dos investimentos é importante para a criação de mais empregos e para acelerar o ritmo de crescimento da produção e da economia”, completa Azevedo. De acordo com a pesquisa, todos os indicadores de expectativas estão acima dos 50 pontos. Para a CNI, isso mostra que os empresários esperam o crescimento da demanda interna, das exportações, das compras de matérias-primas e do número de empregado nos próximos seis meses. Obstáculos ao crescimento Quando questionadas sobre os principais obstáculos ao crescimento, as indústrias responderam que o principal deles continua sendo a carga tributária elevada (43,6% das menções). Em segundo lugar está a demanda interna que, embora ainda ocupe essa posição, o número de menções à demanda insuficiente caiu de 34,6% para 29,6%. Empatados em terceiro lugar, ambas com 18,7% das respostas, aparecem a competição desleal e a falta ou o alto custo da matéria-prima. No quinto lugar, com 17,3% das respostas, ficou a falta de capital de giro.



Brasil define requisitos para importação de peras da China


27/01/2020 16:39 - g1.globo.com


Medidas envolvem registro e inspeções de pomares exportadores pela GAAC e inspeções por amostragem Lavoura de pera no Rio Grande do Sul Reprodução/RBS TV O Ministério da Agricultura publicou nesta segunda-feira (27) instrução normativa que estabelece requisitos fitossanitários para a importação pelo Brasil de peras frescas produzidas China. As peras frescas chinesas a serem enviadas ao Brasil deverão estar em conformidade com leis e regulamentos brasileiros aplicáveis a questões sanitárias e de inocuidade alimentar e livres de pragas quarentenárias de preocupação para o país, segundo a medida, disponível no "Diário Oficial da União". O protocolo com os requisitos para as importações foi assinado após negociações entre o ministério e a Administração Geral de Aduanas da China (GACC, na sigla em inglês). As medidas envolvem registro e inspeções de pomares exportadores pela GAAC e inspeções por amostragem.



INSS começa a pagar nesta segunda benefícios com novo mínimo de R$ 1.039


27/01/2020 15:42 - g1.globo.com


Benefícios devem ter novo reajuste em fevereiro, para R$ 1.045. Presidente anunciou novo valor, mas medida ainda não foi oficializada. O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começa a pagar nesta segunda-feira (27) aposentadorias, pensões e outros benefícios referentes a janeiro, com o novo mínimo nacional, de R$ 1.039. Os pagamentos acontecem de acordo com o número do benefício do segurado. Para quem recebe benefícios de um salário mínimo, os depósitos serão feitos entre os dias 27 de janeiro e 7 de fevereiro. Segurados com renda mensal acima do piso nacional terão seus pagamentos creditados a partir de 3 de fevereiro, com reajuste de 4,48%. Veja no calendário abaixo: Calendário de pagamentos do INSS em 2020 INSS/Reprodução Novo reajuste em fevereiro Os beneficiários que recebem um salário mínimo deverão ter novo reajuste nos valores referentes a fevereiro, que serão pagos entre os dias 19 do mesmo mês e 3 de março. Isso porque, no último dia 14 de janeiro, o presidente Jair Bolsonaro anunciou que o salário mínimo passará dos atuais R$ 1.039 para R$ 1.045 a partir de 1º de fevereiro. Apesar do anúncio, o novo reajuste ainda não foi oficializado. Uma medida provisória sobre o assunto é aguardada para os próximos dias. O objetivo do novo reajuste é evitar perdas inflacionárias. Ao fixar o valor do salário mínimo em R$ 1.039, o governo se baseou na projeção do mercado financeiro para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor do ano passado. O INPC serve de base para o cálculo do salário mínimo. Posteriormente, porém, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que o INPC ficou em 4,48%, acima do percentual previsto. Com isso, na prática, o reajuste do mínimo para R$ 1.039 ficou abaixo da inflação. Para os beneficiários que recebem acima do mínimo, não haverá novo reajuste. O aumento concedido já foi de 4,48%, elevando o teto dos benefícios do INSS de R$ 5.839,45 para R$ 6.101,06 a partir de janeiro de 2020. Reajuste das aposentadorias Economia G1 Alíquotas de contribuição ao INSS O reajuste do salário mínimo também se reflete na cobrança da contribuição dos trabalhadores para o INSS. Para empregados com carteira assinada, domésticos e trabalhadores avulsos, a alíquota passa a ser: de 8% para quem ganha até R$ 1.830,29 de 9% para quem ganha entre R$ 1.830,30 e R$ 3.050,52 de 11% para quem ganha entre R$ 3.050,53 a R$ 6.101,06 Essas alíquotas são relativas aos salários pagos em janeiro e que deverão ser recolhidas até 29 de fevereiro. 2020 não terá dedução no IR da contribuição ao INSS de emprego doméstico Para os pagamentos a partir de 1º de março, a tabela mudará em razão das novas regras introduzidas pela reforma da Previdência – e do novo mínimo de R$ 1.045. As novas faixas de contribuição ainda não foram informadas pelo Ministério da Economia.



Coronavírus, inflação e PIB


27/01/2020 14:42 - g1.globo.com

Qual será o impacto da contaminação pelo coronavírus na economia mundial e, por tabela, na economia brasileira? Esta é a pergunta que todos os analistas fazem e que ninguém ainda tem a resposta. Mas, a incerteza sobre as consequências econômicas já faz estragos nos mercados de ativos. As bolsas iniciam a semana em queda, com receio de que a propagação do vírus provoque uma retração da economia mundial. As empresas que mais sofrem com a queda no valor das ações são as de turismo, energia (petróleo) e metalúrgicas. Aqui no Brasil, o dólar abriu em alta nesta segunda-feira (27) e a bolsa em queda. No mercado internacional, o preço do barril de petróleo tipo brent, referência para a bolsa de Londres, cai cerca de 2%. Nos últimos dez dias, já sob o efeito do corona, acumula queda de cerca de 10%. Até agora, o preços se movem ao sabor das incertezas. Mas os analistas, na ausência de informações mais seguras, usam como parâmetro os efeitos provocados por um vírus da mesma família, que em 2002/2003 provocou a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS). O vírus também surgiu na China e matou 774 pessoas em todo o mundo. O surto durou oito meses, mas foi o suficiente para provocar uma queda estimada entre 1% e 2% do PIB chinês, de 2,5% em Hong Kong e de 0,5%, em média, em toda a Ásia. A economia americana teria perdido 0,1% do PIB. Na época, o governo chinês cometeu grave erro, que agora procura evitar. A primeira reação no surto de 2002/2003 foi ocultar o problema. Quando ele veio a público, a falta de informações confiáveis contribuiu para espalhar o pânico. O setor que mais sofreu foi o de turismo. Uma eventual desaceleração da economia mundial será negativa para o Brasil, pelo menos do ponto de vista das nossas exportações, na medida em que pode reduzir tanto o preço quanto o volume de nossas exportações. Mas, do ponto de vista da inflação, o efeito pode ser positivo, ajudando a manter o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em níveis abaixo da meta do governo e permitindo que a taxa juros também permaneça em níveis reduzidos. Um efeito imediato pode vir dos combustíveis. A queda na cotação do petróleo no mercado mundial, se persistir, levará a Petrobras a promover novas reduções no preço da gasolina, diesel e gás.



Perpart abre seleção simplificada com 20 vagas e salários de até R$ 4,9 mil


27/01/2020 14:38 - g1.globo.com


Inscrição é gratuita e pode ser feita, presencialmente ou via Sedex, até 7 de fevereiro. Há vagas para advogado, engenheiro cartógrafo, assistente social, entre outras. Inscrição presencial pode ser feita na sede da Perpart, na Rua Doutor João Lacerda, no bairro do Cordeiro, no Recife Reprodução/Google Street View Estão abertas, a partir desta segunda (27) até 7 de fevereiro, as inscrições em uma seleção simplificada da Pernambuco Participações e Investimentos S.A (Perpart), que é vinculada à Secretaria da Casa Civil, do governo estadual. Ao todo, são oferecidas 20 vagas, com salários de até R$ 4.590. Não é necessário pagar taxa para se inscrever. Do total de vagas, 15 são de nível superior e 5 de nível médio e/ou de nível técnico, sendo quatro delas reservadas para pessoas com deficiência. Confira as vagas da seleção simplicada na Prepart Inscrição Para se inscrever, é necessário preencher o formulário de inscrição disponível no site da Perpart e no Anexo III do edital da seleção, publicado na edição de sábado (25) do Diário Oficial do Estado de Pernambuco. O formulário deve ser entregue via Sedex com aviso de recebimento (AR) ou pessoalmente na sede da Perpart, na Rua Doutor João Lacerda, 395, no Cordeiro, na Zona Oeste do Recife. O local recebe as inscrições de segunda a quinta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 16h, e na sexta-feira, das 8h às 12h. Além disso, deve ser apresentado, em um envelope lacrado identificado com o nome do candidato e a função à qual concorre, as cópias dos documentos listados abaixo: Documento de identidade com foto CPF Comprovante de quitação com a Justiça Eleitoral Quitação com o serviço militar, se do sexo masculino Documentação comprobatória da experiência profissional Comprovação de registro e regularidade junto aos órgãos fiscalizadores de exercício profissional (ordens, conselhos, etc.), quando for o caso Documentação comprobatória da escolaridade exigida para a função/área que concorre Comprovante de residência emitido no nome do candidato Resultados O processo seletivo é composto por uma única etapa, a avaliação de currículo, que é eliminatória e classificatória. O resultado preliminar tem previsão de ser divulgado em 28 de fevereiro, no site da Perpart, e o final fica disponível em 12 de março, também na internet. Os selecionados assinam um contrato temporário com prazo máximo de dois anos, podendo ser prorrogado uma única vez.



PAT de Capivari abre 160 vagas para motorista carreteiro nesta segunda; veja requisitos


27/01/2020 14:27 - g1.globo.com


Candidatos devem ter seis meses de experiência na função e disponibilidade de horário para trabalhar na região de Capivari. Há vagas oferecidas em outras áreas. Além das vagas para motorista carreteiro, há oportunidades de trabalho em outras áreas. Amanda Perobelli/Reuters O Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de Capivari (SP) oferece 160 vagas de emprego para motorista carreteiro nesta segunda-feira (27). Os candidatos devem ter seis meses de experiência na função e disponibilidade de horário para trabalhar na região de Capivari. Além do cargo de motorista carreteiro, há vagas oferecidas por outros empreendimentos nas seguintes áreas: Coletor (a) de lixo – 1 vaga Costureiro (a) de máquina reta – 1 vaga Líder de produção metalúrgica – 1 vaga Mecânico (a) de manutenção – 2 vagas Operador (a) de jato abrasivo – 1 vaga Operador (a) de serra fita – 1 vaga Professor (a) de inglês – 1 vaga Estágio para estudantes do ensino médio – 1 vaga Motorista de micro ônibus – 1 vaga Operador (a) de máquina – 1 vaga Serviços gerais/jardineiro (a) – 1 vaga Os interessados devem comparecer ao PAT de Capivari portando Carteira de Trabalho, currículo, RG, CPF e número do PIS ativo. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 16h30. O PAT de Capivari fica na Rua João Gonçalves de Oliveira, nº 27 - Jardim Santa Terezinha, no complexo dos Serviços Integrados da Administração Municipal (Siam). O telefone é (19) 3491-9056. Veja mais oportunidades da região no G1 Campinas



Temor por surto de coronavírus leva Bovespa a maior queda em 10 meses


27/01/2020 13:06 - g1.globo.com


Ibovespa caiu 3,29% a 114.481 pontos. Dólar subiu a R$ 4,2092, maior patamar desde dezembro. O principal índice da bolsa de valores brasileira, a B3, fechou em queda acentuada nesta segunda-feira (27), com os investidores preocupados com os possíveis danos econômicos causados pela rápida disseminação do coronavírus. Foi o maior recuo desde março de 2019. Coronavírus: o avanço da doença que já afeta 4 continentes impactará a economia mundial? O Ibovespa encerrou o dia em desvalorização de 3,29%, a 114.481 pontos. No ano, a bolsa eliminou os ganhos e passou a acumular queda 1,01%. Veja mais cotações. Os papéis das siderúrgicas, grandes exportadoras para o mercado de chinês, estavam entre as principais quedas do índice. As ações preferenciais da Gerdau recuaram 7,94%, liderando as perdas. As ordinárias da CSN caíram 7,78%, e as preferenciais da Usiminas recuaram 7,12%. Entre as ações com grande peso no índice, Vale despencou 6,12%. Além dos temores sobre o coronavírus, também estava no radar a decisão da mineradora de elevar o nível de alerta da Barragem Sul Inferior, em Minas Gerais, citando fortes chuvas na região. Os papéis preferenciais e ordinários da Petrobras recuaram 4,33% e 4,21%, respectivamente, acompanhando o tombo nos preços do petróleo no mercado internacional, com os papéis ordinários ainda pressionados pela iminência de uma oferta pública das ações da petrolífera detidas pelo BNDES prevista para fevereiro. No mercado de câmbio, o dólar subiu 0,60% e fechou o pregão vendido a R$ 4,2092, no maior patamar desde 2 de dezembro. Na sexta-feira, a bolsa encerrou o dia em baixa de 0,96%, a 118.376 pontos, anulando ganhos na semana. Preocupação com coronavírus causa impactos nas bolsas O número de mortos por coronavírus na China subiu para 82 nesta segunda e a capital chinesa registrou a primeira morte por complicações respiratórias causadas pelo vírus. "Os temores estão crescendo na velocidade com que o coronavírus que começou na China se espalhou para os EUA e a Europa", observou o analista Jasper Lawler, chefe de pesquisa no London Capital Group, em email a clientes nesta segunda-feira. "Colocando de lado a tragédia humana, do ponto de vista frio dos mercados, o coronavírus pode servir ao propósito de retirar parte do aquecimento de um mercado que tem subido rapidamente há meses", completou. Neste cenário de preocupação com as consequências econômicas do surto da doença, sofrem empresas aéreas e petróleo e, por outro lado, ganham as companhias do setor farmacêutico, aponta Jason Vieira, economista-chefe da gestora de investimentos Infinity Asset, em relatório a clientes. Vieira também destaca que a situação gera incertezas quanto à retomada da economia chinesa. "A China estava prestes a embarcar num possível ciclo de recuperação da atividade, onde na verdade os indicadores econômicos começam a dar sinais de estabilidade, após um ciclo conciso de contração nos últimos anos. A trégua da guerra comercial com os EUA daria o alento necessário para que a China seja um importante driver, em especial de mercados emergentes, para um novo ciclo de investimentos em 2020. Com a questão do vírus, tudo fica em aberto", escreveu. O que se sabe e o que ainda é dúvida sobre o coronavírus Número de países com casos confirmados Em uma tentativa de conter a propagação da doença, o governo chinês suspendeu as comemorações do Ano Novo Lunar e estendeu o feriado até o dia 2 de fevereiro. Grandes empresas fecharam as portas ou disseram aos funcionários para trabalhar de casa. "O mercado está em semi-pânico porque ninguém entende direito o que está acontecendo. Ninguém é especialista nisso [em coronavírus]", disse o economista-chefe da Necton, André Perfeito, à Globo News. "Hoje tá sendo fechado aeroporto, restringindo a circulação de pessoas, mas [se houver uma epidemia global] talvez chegue ao ponto de restringir a circulação de mercadorias. Quando chegar nos portos marítimos, aí sim a gente tem um problema seríssimo", emendou. Temporada de balanços Esta semana, a temporada de resultados de empresas brasileiras também começa a ocupar as atenções dos investidores, com os números da Cielo abrindo a safra das companhias listadas no Ibovespa após o fechamento do mercado já nesta segunda. Para a equipe da XP Investimentos, a temporada deve mostrar bons resultados, apesar da recuperação econômica ainda gradual, dada a evolução positiva de indicadores que impactam diretamente as empresas, como quadro ainda confortável para a inflação e cenário de juros baixos com Selic em 4,5% no final do trimestre. Bolsas no exterior No exterior, as ações relacionadas a viagens, incluindo companhias aéreas, cassinos e hotéis, eram as mais atingidas. Em Nova York, o Dow Jones eliminou praticamente todos os ganhos no ano e os índices S&P 500 e Nasdaq fecharam na primeira sequência de dois dias de perdas em 2020. Após ajustes, o Dow Jones fechou em queda de 1,57%, a 28.535,80 pontos, o S&P 500 recuou 1,57%, a 3.243,63 pontos, e o Nasdaq perdeu 1,89%, a 9.139,30 pontos. Na Europa, os principais recuaram mais de 2%. O índice FTSEurofirst 300 caiu 2,26%, a 1.619 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 2,26%, a 414 pontos. Mais de 97% das ações do STOXX 600 foram negociadas no vermelho, com muitas sendo derrubadas de máximas recordes, eliminando cerca de 180 bilhões de euros em valor de mercado do índice de ações europeu. Na Ásia, o índice acionário japonês Nikkei recuou 2,03%, maior queda percentual desde 26 de agosto, terminando a 23.343,51 ponto, nível mais baixo desde 8 de janeiro. Com a ampliação do feriado do Ano Novo Lunar na China para conter a disseminação da doença, as bolsas de Xangai e Shenzhen, que estão fechadas, só irão retomar as negociações em 3 de fevereiro. Variação do Ibovespa em 2020 Arte/G1



Rombo das contas externas sobe para US$ 50 bilhões em 2019, pior resultado em 4 anos


27/01/2020 13:02 - g1.globo.com

Resultado foi divulgado nesta segunda-feira pelo Banco Central. Investimento direto, por sua vez, somou US$ 78,5 bilhões no ano passado e 'financiou' rombo das contas externas. Contas externas do Brasil registram pior rombo dos últimos 4 anos As contas externas do Brasil registraram um rombo de US$ 50,762 bilhões no ano de 2019, o que representa uma alta de 22% frente ao ano anterior, quando somou US$ 41,540 bilhões. Os número foram divulgados nesta segunda-feira (27) pelo Banco Central. O déficit em transações correntes, um dos principais sobre o setor externo do país, é formado pela balança comercial (comércio de produtos entre o Brasil e outros países), pelos serviços adquiridos por brasileiros no exterior e pelas rendas (remessas de juros, lucros e dividendos do Brasil para o exterior). O resultado ficou um pouco abaixo da previsão do BC para o ano passado (o déficit esperado era de US$ 51,1 bilhões). Ainda assim, foi o maior déficit em transações correntes em quatro anos. De acordo com os dados do BC, o aumento no rombo das contas externas se deve, principalmente, ao saldo da balança comercial que, apesar de positivo, foi US$ 13,64 bilhões menor do que em 2018. A conta de serviços registrou déficit igual ao do ano passado, enquanto as rendas diminuíram seu rombo, que caiu de US$ 58,285 bilhões, em 2018, para US$ US$ 55,989 bilhões no último ano. Somente em dezembro do ano passado, de acordo com informações oficiais, o rombo nas contas externas somou US$ 5,691 bilhões, contra US$ 6,116 bilhões no mesmo mês de 2018. Para todo ano de 2020, a expectativa do Banco Central é de uma nova piora no déficit em transações correntes, para US$ 57,7 bilhões. Investimento estrangeiro direto O Banco Central também informou que os investimentos estrangeiros diretos na economia brasileira somaram US$ 78,559 bilhões em 2019, com pequena alta frente ao ano anterior - quando totalizou US$ 78,163 bilhões. Com isso, os investimentos estrangeiros foram suficientes para cobrir o rombo das contas externas no ano de 2019, de US$ 50,762 bilhões. Somente em dezembro do ano passado, os investimentos estrangeiros na economia brasileira somaram US$ 9,434 bilhões, contra US$ 8,294 bilhões no mesmo mês de 2018. Para 2020, o Banco Central estima um ingresso de US$ 80 bilhões em investimentos estrangeiros diretos na economia brasileira. Revisão da metodologia Em agosto do ano passado, o Banco Central mudou a metodologia de cálculo dos números das contas externas e, por isso, revisou os valores registrados nos últimos anos. De acordo com a instituição, a revisão refletiu o uso de "novas fontes de dados para as transações entre residentes e não residentes realizadas diretamente no exterior – buscando suprir esta que é a mais importante lacuna de informações no balanço de pagamentos brasileiro –, além da melhoria de qualidade de fontes já existentes". Por conta da alteração, o rombo na contas externas do ano de 2017 subiu de US$ 7,2 bilhões (estatística anterior) para US$ 15 bilhões. O déficit em transações correntes de 2018 foi revisado de US$ 15 bilhões para US$ 41,5 bilhões. A revisão também afetou o resultado do ingresso de investimentos diretos na economia brasileira. Em 2017, por exemplo, pela nova metodologia, os investimentos estrangeiros somaram US$ 68,9 bilhões, contra os US$ 70,3 bilhões informados anteriormente. Em 2018, foram de US$ 88,3 bilhões para US$ 78,1 bilhões.



Rio teve a maior perda de vagas formais entre os municípios em 2019


27/01/2020 12:41 - g1.globo.com


Veja as cidades que mais perderam e as que mais criaram empregos formais no ano passado, segundo dados do Caged. No ano em que o Brasil criou o maior número de vagas formais desde 2013, o Rio de Janeiro foi na contramão. A cidade foi a que mais fechou postos de trabalho com carteira assinada em 2019, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Rio de Janeiro é a cidade que mais perdeu empregos de carteira assinada em 2019 Foram 6.640 vagas a menos no ano passado – a maior perda verificada entre os municípios do país. Em 2018, o Rio havia criado 3.205 postos formais, registrando saldo positivo após três anos seguidos de perdas, nos quais acumulou quase 280 mil postos a menos. O setor de serviços teve o pior desempenho no ano passado no Rio, com fechamento de 7.271 vagas, seguido pela indústria de transformação, com perda de 3.143 postos. Essas perdas foram parcialmente compensadas pelo comércio, onde houve ganho de 4.501 vagas formais. Caged Rio de Janeiro Economia G1 São Paulo criou mais vagas Na outra ponta, São Paulo criou o maior número de vagas formais no ano: foram 80.831 novos postos – acima dos 60.714 do ano anterior. Na capital paulista, os serviços responderam pela maior parte dos empregos formais, 62.108, seguido pelo comércio, com 7.820 vagas, e construção civil (6.541). Apenas a administração pública e a indústria de transformação tiveram perda de vagas – 1.153 e 959, respectivamente. São Paulo Caged Economia G1 Veja as 20 cidades que mais criaram e mais perderam vagas formais em 2019 Ranking - cidades que mais criaram vagas em 2019 Economia G1 Ranking - fechamento de vagas em 2019 Economia G1



Gasto de brasileiros no exterior recua 3,7% em 2019 e tem menor valor em 3 anos


27/01/2020 12:36 - g1.globo.com

No ano passado, despesa de brasileiros fora do país somou R$ 17,593 bilhões. Alta do dólar influenciou volume dos gastos internacionais. Os gastos de brasileiros no exterior somaram US$ 17,593 bilhões em todo ano de 2019, segundo informações divulgadas nesta sexta-feira (27) pelo Banco Central (BC). Com isso, foi registrada uma queda de 3,7% na comparação com 2018, quando as despesas lá fora somaram US$ 18,265 bilhões. Esse também foi o menor valor, para um ano fechado, desde 2016, ou seja, dos últimos três anos. A queda de despesas de brasileiros no exterior, no ano passado, aconteceu em um momento de alta do dólar – quando a moeda norte-americana bateu sucessivos recordes de alta, chegando ao pico de R$ 4,25. O dólar recuou no fim do ano, fechando 2019 com um crescimento mais modesto, da ordem de 3,5%, cotado em R$ 4,0098. Nesta segunda-feira (27), o dólar opera em alta, seguindo os mercados externos, com os investidores ainda acompanhando os desdobramentos do coronavírus na China. Às 9h04, a moeda norte-americana subia 0,67%, a R$ 4,2119. Veja mais cotações Com o dólar alto, as viagens de brasileiros ao exterior ficaram mais caras. Isso porque as passagens e as despesas com hotéis, por exemplo, são cotadas em moeda estrangeira. O papel moeda também fica mais oneroso. O chefe do Departamento de Estatísticas do BC, Fernando Rocha, informou que o dólar médio do ano passado ficou em R$ 3,95, contra R$ 3,66 em 2018. “Os gastos de brasileiros no exterior ficam mais caros e isso contribui para a redução dessa despesa [no exterior], o que efetivamente ocorreu. Uma desvalorização [do real], considerando as taxas médias do ano, contribui para redução das despesas”, afirmou ele. Além da taxa de câmbio, o nível de atividade, que tem impacto no emprego e na renda do brasileiro, também é outro fator que influencia o nível de gastos no exterior. Em 2019, a economia do país continuou crescendo, embora em ritmo ainda moderado. O resultado oficial do Produto Interno Bruto (PIB) do último ano ainda não foi divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mas a previsão dos analistas do mercado financeiro é de uma alta de 1,15% contra o ano anterior (2018). Dólar cai, Ibovespa sobe e produção de petróleo bate recorde: a análise do mercado Gastos de estrangeiros no Brasil No ano de 2019, ainda segundo números do BC, os estrangeiros gastaram US$ 5,913 bilhões no Brasil, valor praticamente estável na comparação com o ano de 2018 (US$ 5,921 bilhões). Para estimular o turismo no Brasil, o presidente Jair Bolsonaro assinou no começo do ano passado um decreto para dispensar o visto de visita para turistas de Estados Unidos, Canadá, Austrália e Japão que viajarem ao Brasil.



Confiança do comércio sobe em janeiro e atinge maior nível desde fevereiro de 2019


27/01/2020 12:23 - g1.globo.com

Para pesquisador, indicador mostra que cenário de recuperação gradual persiste, mais ainda dependente de sinais mais fortes do mercado de trabalho e da confiança dos consumidores. A confiança do comércio aumentou entre dezembro e janeiro, segundo divulgou nesta segunda-feira (27) a Fundação Getulio Vargas (FGV). O Índice de Confiança do Comércio (Icom) subiu 1,3 ponto e passou de 96,8 para 98,1 pontos, maior nível desde fevereiro de 2019 (99,8 pontos). Em médias móveis trimestrais, no entanto, o índice variou 0,2 ponto, se mantendo relativamente estável nos últimos meses. A confiança subiu em 4 dos 6 segmentos do comércio em janeiro, influenciada principalmente pela melhora do Índice de Expectativas (IE-COM), que subiu 3,8 pontos, ao passar de 100,6 para 104,4, maior nível desde março de 2019 (104,7) e oitavo resultado seguido acima dos 100 pontos. Já o Índice de Situação Atual (ISA-COM) recuou 1,1 ponto, saindo de 93,0 para 91,9 pontos. “2020 inicia com alta da confiança do comércio influenciada pela melhora das expectativas que voltaram a subir depois de um período de espera dos empresários no final do ano passado. Por outro lado, os indicadores de situação atual que vinham apresentando resultados mais positivos no final de 2019, recuaram em janeiro. Essa combinação de resultados mostra que o cenário de recuperação gradual persiste, ainda dependente de sinais mais fortes do mercado de trabalho e da confiança dos consumidores “, avalia Rodolpho Tobler, Coordenador da Sondagem do Comércio da FGV IBRE. Confiança do consumidor cai em janeiro, aponta FGV Famílias compram mais, mas melhora consistente do consumo depende do mercado de trabalho



Bolsonaro diz que governo tem que ganhar a 'guerra da informação' sobre a reforma administrativa


27/01/2020 12:17 - g1.globo.com


Presidente falou com jornalistas em Nova Déli, durante viagem oficial à Índia. Ele ressaltou que mudanças da reforma valerão para futuros servidores, não para os atuais. O presidente Jair Bolsonaro deu entrevista para jornalistas após participar de um seminário com empresários em Nova Déli, na Índia Alan Santos/PR O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (27), durante a viagem oficial à Índia, que o governo tem que ganhar a "guerra da informação" sobre a reforma administrativa. O presidente disse também que sugeriu mudanças no texto, que, segundo ele, foram acatadas pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. Bolsonaro não informou quais foram as alterações. A reforma administrativa é uma das principais propostas que o governo pretende apresentar ao Congresso neste ano. O texto ainda não foi divulgado. De acordo com o que vêm dizendo o próprio Bolsonaro e ministros, um dos pontos da reforma será alterar regras do funcionalismo público. O presidente ressaltou que a proposta não vai mudar a legislação para quem já é servidor, mas sim para quem entrar no sistema no futuro. "O mais importante é a guerra da informação. É mostrar que mudanças [estão] sendo propostas para quem porventura entrar no serviço público daqui para frente, para evitar que use uma informação que pegue todo mundo e cause ruídos no Brasil. Basicamente, esse é o ponto mais importante da reforma, guerra da informação", afirmou o presidente para jornalistas em Nova Déli, capital indiana. Bolsonaro busca investimentos em último dia na Índia De acordo com Bolsonaro, o conteúdo da reforma vai ser anunciado em breve. "Eu peguei a reforma feita pelo Paulo Guedes. Estudamos e propusemos algumas alterações, e elas estão sendo atendidas, não é porque sou presidente. Eu não quero que vocês falem que eu recuei. Brevemente vai ser anunciada", completou. Narendra Modi, o anfitrião nacionalista de Bolsonaro na Índia Agenda Bolsonaro chegou à Índia na sexta-feira (24). Desde então, tem participado de eventos com autoridades e empresários locais. Nesta segunda, ele conversou com jornalistas após participar da sessão de abertura do seminário empresarial Brasil-Índia. Em seguida, o presidente foi para a cidade de Agra, onde visitará o Taj Mahal. Bolsonaro inicia a viagem de volta para a Brasília no fim do dia, e deverá chegar ao Brasil na terça-feira (28).



Dólar fecha em alta e se aproxima de R$ 4,21 por temores com coronavírus


27/01/2020 12:05 - g1.globo.com


Nesta segunda-feira, a moeda norte-americana subiu 0,60%, a R$ 4,2092, e marcou o maior patamar de fechamento desde 2 de dezembro. Notas de dólar Gary Cameron/Reuters O dólar subiu nesta segunda-feira (27), num dia de ampla aversão a risco nos mercados globais diante do crescente medo relacionado à propagação do coronavírus na China. A moeda norte-americana avançou 0,60%, a R$ 4,2092. Na máxima do dia, chegou a R$ 4,2313. Veja mais cotações. É o maior patamar de fechamento desde 2 de dezembro do ano passado (R$ 4,2157). "As preocupações com saúde pública pesam sobre o apetite por risco e ditam perdas nas ações, enquanto os Treasuries e o dólar têm desempenho superior", resumiram estrategistas do Morgan Stanley em nota a clientes, segundo a Reuters. Na sexta-feira, a moeda norte-americana subiu 0,43%, a R$ 4,1839. No acumulado do ano, a alta é de 4,97%. O número de mortos por coronavírus na China subiu para 82 nesta segunda. Do total de mortes, 76 aconteceram na província de Hubei, onde fica a cidade de Wuhan, considerada o epicentro da doença. O vírus já se espalhou para mais de 10 países, incluindo Estados Unidos, França, Austrália e Cingapura, destacou a Reuters. O que se sabe e o que ainda é dúvida sobre o coronavírus Número de países com casos confirmados Sobe para 81 o número de mortos por coronavírus na China O receio do mercado é que o surto afete a demanda dos consumidores e tenha impactos mais diretos e abrangentes sobre a atividade econômica, já que o mercado tem na memória a epidemia de SARS de 2002 a 2003, também na China. "Hoje, os mercados financeiros globais exibem um tom majoritariamente negativo", disse em nota a Correparti Corretora. "A rápida disseminação do coronavírus continua mantendo o investidor avesso ao risco." Em uma tentativa de conter a propagação da doença, o governo chinês suspendeu as comemorações do Ano Novo Lunar e estendeu o feriado até o dia 2 de fevereiro. Grandes empresas fecharam as portas ou disseram aos funcionários para trabalhar de casa. Variação do dólar em 2020 Arte/G1



Fundação de Bill Gates doa US$ 10 milhões para fundos emergenciais de combate ao coronavírus


27/01/2020 12:01 - g1.globo.com


Instituição vai direcionar a verba para institutos de pesquisa e controle da doença na China e África. Bill Gates durante o Fórum Econômico Mundial Ruben Sprich/Reuters/Arquivo A Fundação Bill & Melinda Gates se comprometeu a doar US$ 10 milhões (cerca de R$ 41 milhões) para fundos emergenciais de combate ao surto do novo coronavírus. No domingo (26), a instituição anunciou que entidades receberão imediatamente este aporte na China, onde mais de 80 pessoas morreram por complicações da doença, e no continente Africano. Segundo um comunicado da fundação, parceiros do setor público e privado da China receberão cerca de U$5 milhões (R$ 20,5 milhões) para construir ações de cooperação e aceleração da resposta ao surto, bem como para pesquisa e desenvolvimento de vacinas. O que se sabe e o que ainda é dúvida sobre o coronavírus Número de países com casos confirmados Entre as entidades selecionadas pelos doadores estão a Comissão Nacional de Saúde chinesa, o centro chinês de controle e prevenção de doenças e universidades como a Academia Chinesa de Ciências e a Universidade de Xiamen. Na África, a fundação informou que destinará os outros US$ 5 milhões para centros de controle e prevenção de doenças dos países no continente. A divisão será gerenciada pelos estados-membros da União Africana. O auxílio financeiro no continente será destinado a medidas técnicas de proteção e diagnóstico, já que os países não têm casos confirmados de coronavírus. Casos de coronavírus pelo mundo Arte/G1 Reunião com OMS O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, está a caminho de Pequim onde vai se reunir com o governo chinês e especialistas para discutir sobre o atual surto de coronavírus. O executivo escreveu em seu Twitter que a visita vai "estreitar a colaboração" entre a entidade e o país asiático. Ghebreyesus escreveu que a visita deve contribuir com ações de proteção do país. Ele pediu também que pesquisadores e cientistas que tenham estudos sobre o vírus aprovados em periódicos científicos mas que não tenham sido publicados, que compartilhem as descobertas com a organização. Retirada de estrangeiros Os Estados Unidos organizam o retorno de cidadãos americanos e diplomatas da cidade de Wuhan, epicentro do surto de coronavírus. Segundo a Embaixada dos norte-americana na China, um voo partirá da cidade com destino a San Francisco, Califórnia, na terça-feira (28). França, Japão e Coreia do Sul organizam ações similares em parceria com as autoridades chinesas. O rei Abdullah II, da Jordânia, destinou uma aeronave para evacuar cidadãos de seu país na China. Segundo a rede de notícias CNN, a ação já foi autorizada pelas autoridades chinesas. A província de Hubei tinha 13 cidades com restrições de circulação até sexta-feira, o que afeta cerca de 40 milhões de pessoas. Na manhã de domingo (26, horário local), foi anunciado que a cidade de Tianjin também irá interromper a circulação de todos os ônibus intermunicipais para tentar conter a disseminação do vírus. Ambulância cruza uma ponte em Wuhan, na província de Hubei no sábado (25); a cidade está isolada após surto de coronavírus Chinatopix/AP Vacinas contra o vírus A Coalizão de Inovações em Preparação para Epidemias (Cepi) – grupo internacional para o controle de doenças – anunciou na quinta um fundo para apoiar três programas de desenvolvimento de vacinas contra o 2019-nCoV, o novo coronavírus. A Rússia, por meio de seu órgão regulador, também havia anunciado que está trabalhando no desenvolvimento de uma vacina contra o coronavírus. China suspende viagens turísticas A China vai suspender todas as viagens turísticas que partem do país a partir de segunda-feira (27) para tentar conter o surto de coronavírus. Neste sábado a Associação de Turismo da China anunciou que as viagens em grupo ao exterior estarão suspensas. Segundo a associação, viagens domésticas já estavam sob restrição desde sexta-feira (24). Os parques de diversões de Hong Kong Disneyland e Ocean Park serão fechados a partir de domingo para evitar a propagação do vírus. Em Xangai, o governo também anunciou que o parque da Disney ficará fechado. A China está em feriado do Ano Novo Lunar, período em que os parques costumam ficar cheios de turistas. VÍDEOS Sobe para 81 o número de mortos por coronavírus na China Novo coronavírus: Brasileiros que vivem em Wuhan estão em observação nas Filipinas Initial plugin text



Bolsas europeias caem mais de 2% com surto de coronavírus no radar


27/01/2020 11:34 - g1.globo.com

O índice FTSEurofirst 300 caiu 2,26%, a 1.619 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 2,26%, a 414 pontos. Os possíveis danos aos negócios decorrentes do coronavírus da China derrubaram as ações europeias em mais de 2% nesta segunda-feira (27), depois que a segunda maior economia do mundo aumentou as proibições de viagens e prolongou o feriado do Ano Novo Lunar. O índice FTSEurofirst 300 caiu 2,26%, a 1.619 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 2,26%, a 414 pontos. Coronavírus: o avanço da doença que já afeta 4 continentes impactará a economia mundial? Mais de 97% das ações do STOXX 600 foram negociadas no vermelho, com muitas sendo derrubadas de máximas recordes, eliminando cerca de 180 bilhões de euros em capitalização de mercado do índice de ações europeu. O maior choque foi sentido pelos papéis de luxo, companhias aéreas e hotéis, que têm grande demanda dos consumidores chineses. As principais empresas de luxo da Europa perderam mais de US$ 50 bilhões em valor de mercado desde o início do surto na semana passada. A maioria dos principais índices de países da Europa caiu mais de 2%, enquanto os setores regionais perderam pelo menos 1% cada. O DAX da Alemanha caiu quase 3%, enquanto o CAC da França registrou seu pior dia em quase quatro meses depois que LVMH, Christian Dior, Hermès e Kering recuaram mais de 3,6%. Veja o fechamento dos índices da Europa nesta segunda-feira (27): Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 2,29%, a 7.412 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 2,74%, a 13.204 pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 2,68%, a 5.863 pontos. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 2,31%, a 23.416 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 2,05%, a 9.366 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 2,04%, a 5.178 pontos. Autoridades europeias adotam medidas preventivas para tentar impedir surto do coronavírus



Mercado estima inflação menor em 2020 e juro mais baixo no fim do ano


27/01/2020 11:30 - g1.globo.com

Previsão de inflação deste ano passou de 3,56% para 3,47%. Economistas reduziram de 4,5% para 4,25% ao ano projeção para taxa Selic no fim de 2020. Os economistas do mercado financeiro reduziram sua estimativa de inflação para este ano e também passaram a prever que os juros básicos da economia ficarão menores no fim de 2020. As projeções fazem parte do boletim de mercado, conhecido como relatório "Focus", divulgado nesta segunda-feira (27) pelo Banco Central (BC). Os dados constam de um levantamento feito na semana passada com mais de 100 instituições financeiras. De acordo com o boletim, os analistas do mercado financeiro reduziram a estimativa de inflação para 2020 de 3,56% para 3,47%. Foi a quarta queda consecutiva do indicador. A expectativa de inflação do mercado para este ano segue abaixo da meta central, de 4%. O intervalo de tolerância do sistema de metas varia de 2,5% a 5,5%. A meta de inflação é fixada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN). Para alcançá-la, o Banco Central eleva ou reduz a taxa básica de juros da economia (Selic). No ano passado, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerado a inflação oficial do Brasil, fechou em 4,31%, acima do centro da meta para o ano, que era de 4,25%, mas dentro do intervalo de tolerância. Foi a maior inflação anual desde 2016. Para 2021, o mercado financeiro manteve a estimativa de inflação em 3,75%. No ano que vem, a meta central de inflação é de 3,75% e será oficialmente cumprida se o índice oscilar de 2,25% a 5,25%. Produto Interno Bruto O mercado financeiro manteve a previsão de crescimento para a economia brasileira em 2020 estável em 2,31%. Para o próximo ano, a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) permaneceu em 2,50%. O PIB é a soma de todos os bens e serviços feitos no país, independentemente da nacionalidade de quem os produz, e serve para medir o comportamento da economia brasileira. Outras estimativas Taxa de juros: o mercado reduziu a previsão para a taxa Selic no fim de 2020 de 4,5% para 4,25% ao ano. Atualmente, a taxa de juros está em 4,5% ao ano. Para o fechamento de 2021, a expectativa do mercado para a taxa Selic permaneceu estável em 6,25% ao ano. Dólar: a projeção para a taxa de câmbio no fim de 2020 subiu de R$ 4,05 para R$ 4,10 por dólar. Para o fechamento de 2021, continuou em R$ 4 por dólar. Balança comercial: para o saldo da balança comercial (resultado do total de exportações menos as importações), a projeção em 2020 caiu de US$ 37,40 bilhões para US$ 37,22 bilhões de resultado positivo. Para o ano que vem, a estimativa dos especialistas do mercado subiu de US$ 35 bilhões para US$ 35,60 bilhões. Investimento estrangeiro: a previsão do relatório para a entrada de investimentos estrangeiros diretos no Brasil, em 2020, permaneceu em US$ 80 bilhões. Para 2021, a estimativa dos analistas continuou em US$ 84,50 bilhões.



Avanço do coronavírus abala bolsa do Japão em dia de feriado em parte da Ásia


27/01/2020 11:01 - g1.globo.com

Índice de ações japonês Nikkei teve queda de 2,03%, maior recuo diário em 5 meses. O índice acionário japonês Nikkei registrou a maior perda diária em cinco meses nesta segunda-feira (27), com ações relacionadas ao turismo sob pressão em meio a temores de que o surto do coronavírus, surgido na China, pode ser mais mortal e mais difícil de conter do inicialmente imaginado. O índice Nikkei recuou 2,03%, maior queda percentual desde 26 de agosto, para terminar a 23.343,51 ponto, nível mais baixo desde 8 de janeiro. A China ampliou seu feriado do Ano Novo Lunar e mais empresas grandes fecharam e disseram a seus funcionários para trabalharem de casa em uma tentativa de conter a disseminação da doença no momento em que o número de mortos chegou a 80. Com a ampliação do feriado na China, as bolsas de Xangai e Shenzhen informaram que o mercado retomará as negociações em 3 de fevereiro. Sobe para 80 o número de mortes por coronavírus na China "Embora não possamos dizer quanto a doença vai se espalhar, uma coisa que podemos dizer com certeza agora é que o consumo na China já está sendo afetado conforme Pequim tenta conter a epidemia", disse Hiroyuki Ueno, estrategista sênior do Sumitomo Mitsui Trust Asset Management. Em TÓQUIO, o índice Nikkei caiu 2,03%, a 23.343 pontos. Em HONG KONG, o índice HANG SENG não teve operações Em XANGAI, o índice SSEC permaneceu fechado. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, não operou. Em SEUL, o índice KOSPI não teve operações Em TAIWAN, o índice TAIEX ficou fechado. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES permaneceu fechado Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 não operou.



A experiência de 3 países da América Latina que cobram imposto sobre riqueza


27/01/2020 10:33 - g1.globo.com


Para além das características específicas de cada país, trata-se de um tributo aplicado sobre a fortuna das pessoas mais ricas. Esse é um dos temas que provocam divisões profundas nos Estados Unidos com a proximidade das eleições presidenciais em novembro deste ano. Candidatos democratas como Elizabeth Warren e Bernie Sanders propõem a criação de um imposto sobre a riqueza dos multimilionários para diminuir a desigualdade que existe no país e aumentar, com essa arrecadação, os gastos sociais em setores como saúde e educação. Detratores, por outro lado, argumentam que a iniciativa causaria consequências econômicas negativas, incluindo graves efeitos em investimentos e no emprego. "Uma das confusões feitas por políticos de esquerda é que eles pensam que os americanos ricos têm suas riquezas escondidas em barras de ouro sob o colchão", afirma à BBC Chris Edwards, diretor de Estudos de Políticas Tributárias do Instituto Cato nos Estados Unidos, com sede em Washington. "Mas a maior parte de seus ativos está investida em negócios. Jeff Bezos (fundador da Amazon), por exemplo, gera crescimento econômico e milhares de empregos." Mas essa ideia não convence Emmanuel Sáez, professor de economia da Universidade da Califórnia e parte da equipe que trabalha com o economista francês Thomas Piketty. "Esta é a ferramenta mais poderosa para aumentar o pagamento de impostos por aqueles que estão no topo", afirma ao programa de rádio BBC Business Daily. Ainda que, para ser de fato efetiva, deva ser aplicada junto a regulamentos internacionais que evitem a fuga de capitais de um país para o outro e controlem efetivamente os problemas de elusão e evasão tributárias. E essa é uma das razões que explicariam por que vários países da Europa eliminaram essa medida e atualmente apenas quatro a aplicam: Espanha, Noruega, Suíça e Bélgica. Na Argentina se tributa o patrimônio bruto de pessoas físicas e jurídicas AFP Taxação de riquezas na América Latina Na América Latina, há três países que adotam o imposto sobre riquezas: Colômbia, Uruguai e Argentina. Alguns especialistas preferem falar do tema como "imposto sobre patrimônio", já que do ponto de vista técnico se aplica a ativos menos dívidas. No caso argentino, o nome do tributo é "imposto sobre bens pessoais". Para além das características específicas de cada país, trata-se de um tributo aplicado sobre a fortuna das pessoas mais ricas. É algo diferente, por exemplo, do tributo sobre renda, cobrado a partir dos ganhos de uma pessoa, e não de sua riqueza acumulada. Mas o segundo é mais difícil de ser calculado e, como ocorre no campo tributário, há muitas maneiras de evitá-lo, algo que joga contra o objetivo básico da medida, que é aumentar a arrecadação fiscal. É uma boa solução? "A desigualdade de riqueza ou de patrimônio na América Latina é muito maior que a desigualdade medida por ganhos", afirma Daniel Titelman, diretor da divisão de desenvolvimento econômico da Comissão Econômica para América Latina e Caribe (Cepal) à BBC Mundo (serviço da BBC em espanhol). É por isso que Titelman avalia que o imposto sobre riqueza "é uma alternativa válida, um instrumento muito útil", dado que os países da América Latina necessitam aumentar a carga tributária de um modo mais progressivo. "A cobrança que esse imposto atingiu na Argentina, Colômbia e Uruguai não é trivial em nenhum dos casos." Há países onde se discute de forma oportuna a tributação da riqueza, como é o caso do Chile, onde o debate se concentra na criação de um imposto predial a partir de um certo valor. De fato, as propriedades são uma das formas mais concretas da riqueza, mas a verdade é que o conceito de patrimônio é tão amplo que inclui, por exemplo, obras de arte, joias, barcos, automóveis, contas bancárias e ativos financeiros. Por isso mesmo é difícil de detectá-lo e valorá-lo. "Para garantir sua eficácia, é muito importante o intercâmbio de informações fiscal e financeira entre as autoridades tributárias dos países", diz Titelman. "É um imposto com elevado potencial arrecadatório, mas sua implementação não é trivial", afirma. "Para uma região que tem dificuldade em arrecadar, isso pode ser um imposto muito bom e importante." O desafio, ele explica, é haver uma troca de informações entre países para evitar problemas como fuga de capitais além das fronteiras. Alberto Barreix, economista-chefe do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), tem uma visão diferente. Segundo seus estudos, o imposto sobre o patrimônio possui diversas desvantagens em relação a outros. "No mundo, os impostos sobre o patrimônio não arrecadam praticamente nada, enquanto os impostos sobre a renda, sim", diz ele em entrevista à BBC Mundo. A participação do imposto sobre a riqueza, ele explica, "é muito pequena em relação às pressões fiscais que os países têm na América Latina". E, em muitas ocasiões, esse imposto não é cobrado "porque você não deseja tributar um patrimônio que já está investido".  Por outro lado, explica, há o tema da valoração de patrimônio. "É muito difícil valorar uma empresa." Além disso, acrescenta, é muito complexo aplicar isso quando não há colaboração internacional. Nessa perspectiva, Barreix argumenta que existe uma solução tributária melhor. "Uma fórmula razoável para aumentar a arrecadação é aplicar um imposto sobre a renda, bem cobrado, junto a um imposto sobre heranças." A tributação do patrimônio tem resultados diferente daquela feita sobre a renda das pessoas Victor R. Caivano/Arquivo AP Photo Como funciona a tributação nos 3 países? Segundo um estudo da Cepal, estas são as características dos impostos sobre patrimônio (ou sobre riqueza) em três países latino-americanos. 1. Uruguai Chamado de Imposto sobre Patrimônio (Ipat), o tributo incide sobre o patrimônio líquido de pessoas físicas e jurídicas localizadas no Uruguai. Inclui ativos como dinheiro em espécie, metais preciosos, veículos, imóveis, mobiliário e créditos para o contribuinte. Para pessoas físicas e famílias residentes no Uruguai, varia de 0,4% a 0,7%. Para pessoas físicas não residentes, vai de 0,7% a 1,5%. As isenções incluem ativos no exterior, áreas florestais com certas características, títulos de dívida pública, ações da Corporação Nacional de Desenvolvimento e imóveis rurais afetados por propriedades agrícolas. 2. Colômbia Os ativos líquidos localizados na Colômbia de pessoas físicas e jurídicas são tributados. O imposto é calculado considerando o patrimônio líquido bruto total menos dívidas. Inclui bens no exterior e a versão atual da lei se aplica de 2019 a 2021. Possui uma taxa única de 1% para ativos líquidos acima de US$ 1,5 milhão (aproximadamente). A propriedade isenta é a primeira casa do contribuinte por um valor de até US$ 140,5 mil, aproximadamente. 3. Argentina Com o nome de Imposto sobre Propriedades Pessoais, tributa o ativo bruto de pessoas físicas e jurídicas localizadas na Argentina. Isso inclui imóveis, carros, notas (em peso e moeda estrangeira), contas bancárias, saldos de fundos comuns e outros investimentos não isentos, obras de arte, antiguidades, utensílios domésticos e bens no exterior. Para bens no país, a taxa de imposto varia de 0,5% a 1,25%. Para bens no exterior, entre 0,7% e 2,25%. Inclui entre os ativos isentos a casa do contribuinte no valor de até aproximadamente US$ 300 mil, os saldos a prazo e contas de poupança, os títulos de dívida emitidos pelo Estado e os ativos intangíveis, como marcas e patentes.



Alto Tietê tem mais de 210 vagas de emprego abertas nesta segunda


27/01/2020 09:53 - g1.globo.com


As vagas são para diversas áreas nas cidades de Suzano, Mogi das Cruzes e Arujá. Programa Suzano Mais Emprego tem vagas para soldador, costureira, na área de vendas, entre outras Wanderley Costa/Secop Suzano Os programas de encaminhamento ao emprego do Alto Tiete estão com 213 vagas abertas nesta segunda-feira (27). As oportunidades são para as cidades de Suzano, Mogi das Cruzes e Arujá. PAT O Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de Arujá, tem 13 vagas abertas. Uma para atendente de loja, uma para recepcionista atendente, uma para zelador e dez para nutricionista. As pessoas interessadas devem comparecer ao PAT das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira, com RG, CPF, PIS e carteira de trabalho. Suzano Mais Emprego O programa de encaminhamento ao emprego de Suzano está com 101 oportunidades abertas. As entrevistas serão realizadas por meio de agendamentos no Centro Unificado de Serviços de Suzano. De acordo com a Prefeitura, os candidatos precisam comparecer o mais rápido possível para retirar a carta de encaminhamento e devem apresentar RG, CPF, Carteira de Trabalho e CNH, caso o empregador solicite. Serão encaminhadas apenas as pessoas que tiverem dentro das exigências profissionais solicitadas pela empresa. Confira as vagas desta semana: Promotor de vendas PCD (5 vagas) Ensino médio completo; Não é necessário experiência na função. Gerente Assistente (1 vaga) Ensino médio completo; Experiência na função, com comprovação em carteira; Possuir CNH "B"; Local de trabalho: Suzano/SP. Gerente Geral (1 vaga) Ensino médio completo; Experiência na função, com comprovação em carteira; Possuir CNH "B"; Local de trabalho: Suzano/SP. Consultor de vendas (10 vagas) Ensino médio completo; Experiência na função, com comprovação em carteira; Local de trabalho: Suzano/SP. Costureira de máquina reta (2 vagas) Ensino médio completo; Experiência na função, com comprovação em carteira; Residir em Suzano; Local de trabalho: Suzano/SP. Soldador (12 vagas) Ensino médio completo; Experiência na função, com comprovação em carteira. Eletricista de manutenção temporário (12 vagas) Ensino médio completo; Experiência na função, com comprovação em carteira. Caldeireiro temporário (12 vagas) Ensino médio completo; Experiência na função, com comprovação em carteira. Mecânico de manutenção temporário (12 vagas) Ensino médio completo; Experiência na função, com comprovação em carteira. Auxiliar de cozinha (4 vagas) Ensino médio completo; Experiência na função, com comprovação em carteira Local de trabalho: Suzano/SP. Auxuliar de sushiman (1 vaga) Ensino médio completo; Experiência na função, com comprovação em carteira; Local de trabalho: Suzano/SP. Sushiman (1 vaga) Ensino médio completo; Experiência na função, com comprovação em carteira; Local de trabalho: Suzano/SP. Corretor de imóveis (20 vagas) Ensino médio completo; Não há salário fixo, apenas comissão sobre vendas. Captador de imóveis (5 vagas) Ensino médio completo; Não há salário fixo, apenas comissão sobre vendas. Auxiliar de manutenção mecânica (1 vaga) Ensino médio completo; Experiência na função, com comprovação em carteira; Local de trabalho: Suzano/SP. Operador de prensa (1 vaga) Ensino médio completo; Experiência na função, com comprovação em carteira; Local de trabalho: Suzano/SP. Programador preparador de cnc (1 vaga) Ensino fundamental incompleto; Experiência na função, sem comprovação em carteira; Local de trabalho: Itaquaquecetuba/SP. Emprega Mogi Nesta semana, o Emprega Mogi tem 99 oportunidades nas três unidades. Do total, são 11 vagas para pessoas com deficiência nas funções de auxiliar de limpeza, auxiliar de serviços gerais e promotor de vendas. As vagas são para diversos níveis de instrução. Vejas algumas das oportunidades: Analista de T.I; Assistente de estilo; Atendente de balcão; Auxiliar de operações; Caseadeira; Cortador de tecidos; Costureira; Cozinheiro; Estágio em marketing; Instrutor de instalação de energia solar; Motorista de ônibus urbano; Operador de máquina de bordado; Orçamentista; Professor para curso de barbeiro; Professor para aulas de socorrista; Terapeuta ocupacional; Técnico em mecatrônica; Vendedor de acessórios. A Prefeitura de Mogi das Cruzes diariamente atualiza a relação de vagas disponíveis nas unidades do Emprega Mogi. Unidades do PAT Ferraz de Vasconcelos Endereço: Avenida Américo Trufeli, 60, Conjunto Residencial José C. Moriel Informações: 4676-7773 Itaquaquecetuba Endereço: Rua Dom Thomaz Frey, 89, Centro Informações: 4754-1424 Santa Isabel Endereço: Praça Fernando Lopes, n° 32/34, Centro Informações: 4657-4452 Arujá Endereço: R. Prof. João Felíciano, 75, Jardim Renata Informações: 4653-4057 Poá Endereço: R. Vinte e Seis de Março, 72, Centro Informações: (11) 4639-7786 Suzano Mais Emprego Endereço: Rua Doutor Paulo Portela, 194, Centro Informações: 4742-7107 Emprega Mogi Terminal Estudantes Endereço: Avenida Doutor Cândido Xavier de Almeida Souza, Centro Cívico (ao lado do Parque Botyra Camorim Gatti) Terminal Central Endereço: Rua Professor Flaviano de Melo, 525, Centro CIC Jundiapeba Endereço: Alameda Santo Ângelo, 688, Jundiapeba



Abertas inscrições para o concurso da prefeitura de Mamanguape, PB


27/01/2020 09:30 - g1.globo.com


São 11 vagas em cargos com salários de R$ 4 mil. São 11 vagas em cargos de nível superior com salários de R$ 4 mil. Divulgação Estão abertas as inscrições para o concurso da prefeitura de Mamanguape, no Litoral Norte paraibano. São oferecidas 11 vagas em cargos de nível superior com salário de R$ 4 mil. Veja o edital do concurso para a prefeitura de Mamanguape As inscrições devem ser feitas exclusivamente pela internet, no site da organizadora, até o dia 28 de fevereiro. As taxas de inscrição custam R$ 95. Conforme o edital, estão disponíveis cinco vagas para auditor fiscal de débitos, duas para contador e quatro para procurador municipal. Todos os cargos são para pessoas com nível superior. As provas estão previstas para acontecer no dia 29 de março. Concurso da prefeitura de Mamanguape Vagas: 11 Nível: superior Salários: R$ 4 mil Prazo de inscrição: 27 de janeiro a 28 de fevereiro Local de inscrição: site da organizadora, Facet concursos Taxas de inscrição: R$ 95 Provas: 29 de março Edital do concurso da prefeitura de Mamanguape



Carnaval é feriado ou não? Posso emendar? Tire dúvidas


27/01/2020 09:01 - g1.globo.com


Os dias de folia não são considerados feriado, a não ser que haja leis municipais ou estaduais que oficializem a folga; veja se os funcionários podem negociar com a empresa e o que acontece em caso de falta. Atenção na hora da folia: em muitos lugares, carnaval não é feriado Raoni Alves / G1 Apesar de muitos brasileiros emendarem os quatro dias para aproveitar a folia ou simplesmente descansar, o carnaval não é considerado feriado nacional. A menos de um mês para a festa, muitas dúvidas surgem sobre a data. Que dia cai o carnaval em 2020? Veja datas! Por que a data do carnaval muda? Descubra como ela é calculada Veja a nova vinheta Globeleza Os bancos, por exemplo, não abrem nesses dias e só reabrem às 12h da Quarta-Feira de Cinzas, assim como as repartições públicas. Apesar disso, as empresas podem ter expediente normal e exigir que seus funcionários trabalhem. O carnaval só é considerado feriado se estiver previsto em lei estadual ou municipal. No estado do Rio de Janeiro, por exemplo, a terça-feira de carnaval foi declarada feriado estadual por meio da Lei 5243/2008. Nas localidades onde a data não é considerada feriado, a segunda e a terça-feira, além da Quarta-Feira de Cinzas, podem ser ou não definidas como pontos facultativos. Na prática, empresas e funcionários podem fazer acordo sobre os dias a serem trabalhados e as formas de compensação das horas. "Fica por conta da empresa funcionar normalmente ou dispensar seus trabalhadores. Havendo a liberação espontânea por parte do empregador, não pode haver prejuízo na remuneração do empregado. Contudo, o empregador pode, também, acordar com seus empregados uma compensação de jornada para aqueles dias em que permitiu a folga de carnaval", explica a advogada trabalhista Mayara Gaze, do escritório Alcoforado Advogados Associados. Nos estados e municípios onde o carnaval é feriado oficial, via de regra, o trabalhador que não é dispensado receberá o pagamento daquele dia trabalhado em dobro. Mas outro tipo de compensação poderá ser combinado previamente via Acordo Coletivo de Trabalho, como por exemplo, anotação em banco de horas. Veja abaixo o tira-dúvidas sobre o assunto: O que acontece se não há lei que determina feriado no carnaval? De acordo com a advogada Raquel Rieger, do escritório Mauro Menezes & Advogados, se não houver lei que estipula feriado no carnaval, o patrão pode dispensar os funcionários do trabalho mesmo sendo considerado dia útil, pedir a compensação das horas não trabalhadas em outro dia ou até descontar os dias não trabalhados do salário. Posso “enforcar” a segunda e a Quarta-Feira de Cinzas? Raquel Rieger lembra que a segunda-feira e a Quarta-Feira de Cinzas podem ser “enforcadas”, desde que haja permissão das empresas. E se houver trabalho nesses dias, não haverá o acréscimo de pelo menos 100% pelo dia trabalhado, já que não se trata de feriado. Se a empresa não conceder folga e eu faltar, posso ser mandado embora? De acordo com o advogado trabalhista Rodrigo Luiz da Silva, do Stuchi Advogados, se o funcionário decidir faltar, a empresa poderá descontar os dias de falta do salário, aplicar sanções disciplinares como advertências ou suspensões ou até demiti-lo, mas a empresa deverá observar se houve reincidências ou se outras penalidades já foram aplicadas anteriormente ao empregado. A especialista em direito trabalhista Maria Lúcia Benhame diz que o funcionário perderá ainda o descanso semanal remunerado. Ela ressalta, entretanto, que não há possibilidade de haver demissão por justa causa. Se a terça-feira for considerada feriado e eu tiver que trabalhar, a empresa pagará o dobro pelas horas trabalhadas? De acordo com a advogada Maria Lúcia Benhame, nas cidades em que o carnaval for feriado local, os empregados que trabalharem nesses dias deverão ter folga compensatória em outro dia da semana. Se isso não ocorrer, deverão receber as horas extras trabalhadas com o acréscimo de pelo menos 100% ou mais, se isso estiver previsto na convenção coletiva da categoria do trabalhador. Segundo ela, a nova lei trabalhista permite que as empresas troquem o dia a ser trabalhado. No caso, podem determinar que os funcionários trabalhem na terça e posteriormente compensem as horas trabalhadas com folga em outro dia. Mas para isso acontecer, é necessário aprovação mediante convenção (negociação entre os sindicatos dos empregados e de empregadores) ou acordo coletivo (entre sindicato e empregador). Maria Lúcia ressalta que, caso o empregado trabalhe no feriado com o acordo de que irá folgar em outro dia, ele não receberá a mais pelo feriado que trabalhar. Se a terça-feira não for considerada feriado, mas a empresa me chamar para trabalhar, ganharei folga depois? Segundo Maria Lúcia Benhame, nesse caso, a segunda e a terça-feira de carnaval são considerados dias úteis, portanto, quem trabalha nesse período não tem direito a receber horas extras nem a ter folgas compensatórias. Se a empresa der os dias de carnaval de folga, terei de compensar depois? Segundo Maria Lúcia, nas localidades em que o carnaval não é feriado, as empresas poderão exigir que essas horas não trabalhadas sejam compensadas posteriormente. Além disso, os funcionários não receberão o acréscimo de pelo menos 100% quando as horas forem compensadas. Como funciona essa compensação dos dias que não trabalhei no carnaval? Segundo Danilo Pieri Pereira, advogado trabalhista e sócio do Baraldi Mélega Advogados, com a nova lei trabalhista, há a possibilidade de compensação dentro do mesmo mês. Caso o funcionário folgue nos dias de carnaval, a empresa poderá exigir que ele cumpra essas horas descansadas em outros dias (com exceção do domingo), respeitado o limite máximo de duas horas extras diárias. Essas horas não trabalhadas podem ir para o banco de horas? Se a segunda e terça-feira de carnaval não são feriados e o funcionário folgar, esses dias não trabalhados podem entrar no banco de horas como horas-débito, e o funcionário tem que compensar isso dentro do prazo estipulado em acordo com a empresa. Segundo Maria Lúcia, a empresa pode determinar inclusive que os funcionários trabalhem aos sábados, por exemplo. A compensação dentro do mês é automática, sem necessidade de acordo prévio. Se a compensação for feita em até 6 meses, precisa de acordo direto com o empregador. Se for pelos próximos 12 meses, tem que haver acordo envolvendo os sindicatos. Maria Lúcia ressalta que feriados e domingos, quando não são dias normais de trabalho, não entram nos bancos de horas – ou são compensados por outro dia ou são pagos com o acréscimo de pelo menos 100% pelo dia trabalhado. A empresa que previa folgas no carnaval pode decidir mudar a regra de uma hora para outra? Mayara Gaze alerta que o empregador deve atentar para a prática da empresa, pois, quando há a quebra de padrão, há também a quebra do contrato de trabalho, o que pode levar a complicações jurídicas. "Por exemplo, se há mais de 4 anos a empresa dispensa espontaneamente seus funcionários durante os dias de carnaval e depois passa a exigir o trabalho no período, havendo ou não a respectiva compensação, conforme o caso, haverá quebra do contrato de trabalho e novo documento deverá ser assinado pelas partes, contendo com as novas regras da empresa", esclarece a advogada. Como funciona o carnaval entre os servidores públicos? De acordo com a advogada trabalhista Mayara Gaze, os servidores públicos do Poder Executivo são liberados, em regra, por meio de portarias, no âmbito de cada esfera de governo, seja ele federal, estadual ou municipal. É comum que seja decretado ponto facultativo na segunda, terça e na Quarta-Feira de Cinzas até as 12h. "Já os Poderes Legislativo e Judiciário têm seus próprios calendários", diz a especialista. Como funciona para quem trabalha no regime 12x36 horas? Segundo Raquel Rieger, para os trabalhadores que fazem a jornada 12 horas trabalhadas seguidas de 36 horas de folga, a lei já prevê compensações nesse regime de jornada, não havendo previsão de pagamento de horas extras se houver trabalho no dia de feriado. No ano passado, o Jornal Hoje fez uma reportagem sobre o assunto. Assista abaixo: Terça-feira de carnaval não é feriado nacional Initial plugin text



185 concursos públicos com inscrições abertas reúnem mais de 14 mil vagas no país


27/01/2020 09:01 - g1.globo.com


Concursos e emprego Divulgação Pelo menos 185 concursos públicos estão com inscrições abertas no país, reunindo mais de 14 mil vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Além das vagas abertas, há concursos para formação de cadastro de reserva – ou seja, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso. CONFIRA A LISTA COMPLETA DE CONCURSOS E OPORTUNIDADES Os salários chegam a R$ 33.689,11 no Ministério Público Militar (MPM) para 6 vagas de procurador-geral. As inscrições vão até o dia 19 de fevereiro, no site do MPM. Na seleção do Tribunal de Justiça, as remunerações chegam a R$ 25.851,96 para vagas de juiz de direito. As inscrições podem ser feitas até 05 de fevereiro. O concurso com o maior número de vagas é o da Prefeitura de Formosa (GO), que oferece 1.089 postos de trabalho para diferentes cargos, de todos os níveis de escolaridade. Veja o edital. A Marinha do Brasil recebe até o dia 3 de fevereiro inscrições para admissão nas Escolas de Aprendizes-Marinheiros (CPAEAM) em 2020. São 900 vagas em diferentes estados, apenas para homens. Nesta segunda-feira (27), pelo menos 16 órgãos abrem inscrições para mais de 600 vagas. Na Prefeitura de Paula Freitas (PR), os salários chegam a R$ 10.632,79. Veja abaixo as informações de cada concurso: Prefeitura de Dom Eliseu (PA) Inscrições até: 31/01/2020 Vagas: 20 Salário máximo: R$ 1.400,00 Escolaridade: médio Mais informações Prefeitura de Doutor Ulysses (PR) Inscrições até: 31/01/2020 Vagas: 11 Salário máximo: R$ 1.443,07 Escolaridade: superior Mais informações Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte (TJ-RN) Inscrições até: 04/02/2020 Vagas: 33 Salário máximo: R$ 5.520,16 Escolaridade: médio e superior Mais informações Prefeitura de Jahu (SP) Inscrições até: 04/02/2020 Vagas: 30 Salário máximo: R$ 4.722,07 Escolaridade: fundamental, médio e superior Mais informações Prefeitura de Paula Freitas (PR) Inscrições até: 20/02/2020 Vagas: 15 Salário máximo: R$ 10.632,79 Escolaridade: fundamental, médio e superior Mais informações Prefeitura de São Geraldo (MG) Inscrições até: 26/02/2020 Vagas: 52 Salário máximo: R$ 7.588,68 Escolaridade: fundamental, médio e superior Mais informações Prefeitura de Tiradentes (MG) Inscrições até: 26/02/2020 Vagas: 55 Salário máximo: R$ 4.027,00 Escolaridade: fundamental, médio e superior Mais informações Prefeitura de Mogi das Cruzes (SP) Inscrições até: 27/02/2020 Vagas: 59 Salário máximo: R$ 7.621,15 Escolaridade: fundamental, médio e superior Mais informações Fundação Universidade do Amazonas - UFAM Inscrições até: 28/02/2020 Vagas: 28 Salário máximo: R$ 9.600,92 Escolaridade: superior Mais informações Câmara Municipal de Arcos (MG) Inscrições até: 05/03/2020 Vagas: 6 Salário máximo: R$ 3.252,05 Escolaridade: fundamental, médio e superior Mais informações Prefeitura de São José da Lagoa Tapada (PB) Inscrições até: 28/02/2020 Vagas: 23 Salário máximo: R$ 5.000,00 Escolaridade: médio, técnico e superior Mais informações Prefeitura de Ponta Grossa (PR) Inscrições até: 26/02/2020 Vagas: cadastro de reserva Salário máximo: R$ 5.000,00 Escolaridade: técnico e superior Mais informações Prefeitura de Mamanguape (PB) Inscrições até: 28/02/2020 Vagas: 11 Salário máximo: R$ 4.000,00 Escolaridade: superior Mais informações Autarquia Municipal de Saúde do Município de Itapecerica da Serra (SP) Inscrições até: 14/02/2020 Vagas: 125 Salário máximo: R$ 1.895,81 Escolaridade: fundamental, médio e superior Mais informações Prefeitura Municipal de Urucará (AM) Inscrições até: 07/02/2020 Vagas: 126 Salário máximo: R$ 1.443,07 Escolaridade: superior Mais informações Consórcio Intermunicipal CEMMIL Saneamento Ambiental (SP) Inscrições até: 09/02/2020 Vagas: 10 Salário máximo: R$ 1.099,00 Escolaridade: fundamental Mais informações



Emprego: 102 vagas são oferecidas no Grande Recife e na Zona da Mata


27/01/2020 09:00 - g1.globo.com

Do total de oportunidades disponíveis nesta segunda-feira (27), através das Agências do Trabalho, 30 são para pessoas com deficiência. Agência do Trabalho oferece vagas de emprego em diferentes municípios Nesta segunda-feira (27), 102 vagas de emprego foram oferecidas nas Agências de Trabalho de nove cidades do Grande Recife e Zona da Mata. De acordo com a Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação (Seteq), do total de oportunidades, 30 são voltadas para pessoas com deficiência e duas são vagas temporárias (veja vídeo acima). Os postos de trabalho são oferecidos nas cidades do Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe, Igarassu, Ipojuca, Nazaré da Mata, Paudalho, Paulista, Recife e São Lourenço da Mata. Caso haja interesse em alguma das vagas, é necessário comparecer a uma das unidades da Agência do Trabalho. Confira as oportunidades Empregos em Pernambuco Vagas temporárias em Pernambuco Vagas para pessoas com deficiência



Com cadastro positivo, BC prevê declínio dos juros de cartão de crédito e cheque especial em 2021


27/01/2020 07:00 - g1.globo.com


Diretor de Organização do Sistema Financeiro do Banco Central, João Manoel Pinho de Mello, estima redução de cerca de 30% do chamado 'spread' bancário até meados do ano que vem. O Banco Central prevê que, com a introdução neste mês do cadastro positivo, o chamado "spread" bancário poderá diminuir cerca de 30% até meados de 2021, segundo estimativa do diretor de Organização do Sistema Financeiro do BC, João Manoel Pinho de Mello. Educação Financeira: entenda o spread bancário O "spread" bancário é a diferença entre a taxa que os bancos pagam para captar dinheiro – próxima à Selic, taxa básica de juros da economia atualmente em 4,5% ao ano – e taxa que cobram para emprestar dinheiro aos clientes. Influenciam na formação do "spread" inadimplência, lucro dos bancos, custos administrativos e tributos. Cadastro Positivo, a lista de bons pagadores, disponível desde o dia 11 O cadastro positivo é uma referência para bancos ou financeiras identificarem os bons pagadores que buscam crédito. Com essas informações, as instituições podem ter conhecimento de quem habitualmente paga em dia e quem não paga e decidir para quem vão emprestar dinheiro e a quais taxas. Segundo Pinho de Mello, a redução do "spread" deverá se dar em modalidades cujas taxas de juros estão entre as mais altas, como cheque especial, cartão de crédito rotativo e o crédito direto ao consumidor. "Se você pegar um produto, um crédito sem garantia, e comparar internacionalmente [...], você vê potencial de quedas de 30% [nos 'spreads' médios]", afirmou o diretor do BC ao G1. "Imagino que no meio do ano que vem a gente vai ver [esse impacto]", disse. Em novembro do ano passado, os bancos captaram recursos em valores próximos à taxa Selic, atualmente em 4,5% ao ano, e, no caso do cartão de crédito rotativo para pessoas físicas, emprestaram a uma taxa média de 318,3% ao ano. O crédito rotativo do cartão de crédito pode ser acionado por quem não pode pagar o valor total da sua fatura na data do vencimento, mas não quer ficar inadimplente. No cheque especial, o juro médio das instituições financeiras somou 306,6% em novembro. Nova regulamentação do governo, com vigor a partir de janeiro deste ano, fixa em até 150% ao ano os juros para o cheque especial. O cheque especial é uma linha emergencial que permite ao correntista gastar um certo limite definido pelo banco, mesmo que ele não tenha dinheiro na conta. Considerando esses números, o impacto do cadastro positivo pode baixar os juros médios do cartão de crédito rotativo para cerca de 200% ao ano até meados de 2021 e para 100% ao ano no caso do cheque especial (levando-se em conta o teto de 150% ao ano, em vigor desde este mês). Diretor de Organização do Sistema Financeiro do BC, João Manoel Pinho de Mello Alexandro Martello / G1 Open banking O diretor do BC afirmou que o processo de "open banking", que o BC começará a implementar ainda neste ano, também terá impacto no "spread" e nos juros bancários. Diferentemente do cadastro positivo, porém, o "open banking" precisa de autorização dos clientes bancários para que suas informações possam ser compartilhadas. No cadastro positivo, disse Pinho de Mello, as informações sobre adimplência em pagamentos estão disponíveis de imediato nos "bureaus" de crédito, e os clientes têm de pedir para sair (caso queiram). Também estão listadas as dívidas nos últimos meses em bancos e concessionárias públicas (água e luz, por exemplo). Com base nessas informações, é calculada uma nota de crédito para o cliente. "No 'open banking', é outro jogo. A quantidade de informações, o escopo, é muito maior. Portanto, seu potencial para melhoria do mercado de crédito é muito maior. E é por isso que tem de ser calcado em consentimento explícito a todo momento. Ali, um outro banco vai conseguir saber se você tem seguro de vida, de carro e de automóvel. Vai saber o que você tem para dar uma oferta melhor", explicou o diretor do BC. O cronograma do "open banking" no Brasil prevê a implantação da primeira e segunda fases – com compartilhamento de produtos e serviços oferecidos pelo bancos, e de dados cadastrais e de transações de clientes (mediante prévio consentimento) – no segundo semestre de 2020 e da terceira e quarta fases até meados de 2021. "Com base no exemplo do Reino Unido, a adesão começou a pegar rapidamente pouco depois de um ano [de o sistema estar implantado]. Como as primeiras fases já vão entrar [no próximo ano], muitas pessoas vão começar a ver os benefícios palpáveis", disse Pinho de Mello. Ele explicou que o sistema vai facilitar a abertura de contas digitais – porque permitirá aos bancos buscar os dados dos clientes em outras instituições – e pode até mesmo permitir a transferência de informações sobre garantias de imóveis – barateando a portabilidade do crédito imobiliário. Spread bancário é um dos fatores do custo alto do crédito no Brasil Garantias e tecnologia Outras linhas de atuação do BC para reduzir o "spread" e os juros bancários é estimular o uso de tecnologia no sistema bancário e, também, de novas opções de linhas de crédito com garantias de ativos, que, por proporcionarem proteção maior às instituições financeiras, contam com juros mais baratos. É o caso da chamada "hipoteca reversa", e do crédito com garantia de recebíveis, como o FGTS de quem optar pelo chamado saque aniversário, que entra em vigor neste ano. Pinho de Mello informou que, em agosto deste ano, entrarão em vigor novas regras para que lojistas possam dar recebíveis (fluxos de pagamentos futuros) como garantias nas operações de crédito bancário. O diretor do BC lembrou ainda que o crescimento do mercado de "fintechs" (pequenas empresas –"startups" – de tecnologia que atuam no setor financeiro e oferecem, por exemplo, contas digitais e crédito pela internet) também são uma aposta da instituição para aumentar a competição e reduzir os juros bancários. "O impacto [das 'fintechs'] pode ser enorme. Em quanto tempo [isso vai acontecer], é muito difícil [mensurar] (...) Em dois, três anos, eu não sei como vai estar o sistema financeiro, mas vai estar bem diferente do que é hoje, e bem melhor. Mantidas as condições macro, estabilidade, consolidação fiscal, curva de juros básica, tenho certeza [que haverá impacto nos juros bancários]", afirmou.



SineBahia tem vagas para motorista, churrasqueiro e cozinheiro; veja lista de oportunidades em Salvador e interior


26/01/2020 20:42 - g1.globo.com


Interessados devem ir a um dos postos do órgão na segunda-feira (27) Aluna do curso de cozinheiro do Senac prepara alimento durante aula prática Senac DF / Divulgação O SineBahia divulgou as vagas de emprego disponíveis para segunda-feira (27), nas cidades de Salvador, Lauro de Freitas, Santo Antônio de Jesus, Jequié, Itabuna, Barreiras e Juazeiro. Os interessados devem comparecer a uma das unidades do órgão. É preciso apresentar Carteira de Trabalho, RG, CPF, comprovantes de residência e escolaridade. Se houver, o candidato também pode apresentar comprovação de qualificações e/ou experiências na função por contratos e declarações. O SineBahia informa que as vagas divulgadas são apenas algumas oportunidades disponíveis e estão sujeitas ao limite de encaminhamentos. O trabalhador pode consultar listas completas e atualizadas nas unidades do SineBahia em Salvador e interior do estado. VAGAS EXCLUSIVAS PARA SALVADOR ANALISTA DE LOGÍSTICA (ESTÁGIO) Ensino Superior incompleto em Logística – A partir do 3º sem Bolsa estágio 600,00 + Benefícios 01 VAGA ATENDENTE BALCONISTA Ensino Fundamental completo Experiência mínima de 04 meses na função Obrigatório possuir vivência na área e residir em Itapuã, São Cristóvão, Stella Maris, Vila de Abrantes, Mussurunga, Bairro da Paz ou no município de Camaçari (região que tem acesso a Lauro de Freitas) Salário 1.100,00 + Benefícios 05 VAGAS AUXILIAR DE COZINHA Ensino Fundamental completo Experiência mínima de 06 meses na função Obrigatório possuir vivência na área e residir em Itapuã, São Cristóvão, Stella Maris, Vila de Abrantes, Mussurunga, Bairro da Paz ou no município de Camaçari (região que tem acesso a Lauro de Freitas) Salário 1.100,00 + Benefícios 05 VAGAS ENCANADOR Ensino Técnico completo ou especialização na área Experiência mínima de 06 meses na função Obrigatório possuir CNH ‘AB’ e vivência na área Salário 1.558,50 + Benefícios 05 VAGAS CONTROLADOR DE PRAGAS Ensino Médio completo Experiência mínima de 06 meses na função Obrigatório possuir CNH ‘AB’ ou ‘A’, moto e vivência na área Salário 1.155,00 + Benefícios 02 VAGAS OPERADOR DE CAIXA Ensino Médio completo Experiência mínima de 06 meses na função Obrigatório possuir vivência na área, disponibilidade de horário e residir na Barra ou nas regiões do Calabar, Garcia, Alto das Pombas, Apipema ou Centenário Salário 1.045,00 + Benefícios 01 VAGA ESTOQUISTA Ensino Médio completo Experiência mínima de 06 meses na função Obrigatório possuir vivência com vendas no varejo e residir no município de Lauro de Freitas ou regiões próximas 03 VAGAS GERENTE DE LOJA Ensino Superior completo ou cursando ADM, Gestão Comercial, Gestão de Pessoas ou áreas afins - A partir do 3º sem Experiência mínima de 06 meses na função Obrigatório possui vivência na área e disponibilidade para trabalhar aos domingos 03 VAGAS VENDEDOR INTERNO Ensino Médio completo Experiência mínima de 06 meses na carteira Obrigatório possuir vivência com vendas no varejo e residir no município de Lauro de Freitas ou regiões próximas 05 VAGAS MOTORISTA CARRETEIRO Ensino Médio completo Experiência mínima de 06 meses na função Obrigatório possui CNH ‘E’, vivência em transportar cargas pesadas e conhecer bem a cidade de Salvador, Região Metropolitana e rodovias Salário 1.886,00 + Benefícios 05 VAGAS COORDENADOR DE RESTAURANTE Ensino Médio completo Experiência mínima de 06 meses na função Obrigatório possuir vivência na área e residir em Itapuã, São Cristóvão, Stella Maris, Vila de Abrantes, Mussurunga, Bairro da Paz ou no município de Camaçari (região que tem acesso a Lauro de Freitas) Salário 1.450,00 + Benefícios 02 VAGAS VAGAS EXCLUSIVAS PARA UNIDADE CENTRAL DE SALVADOR ATENÇÃO - Solicite encaminhamento na Av. ACM, 3359 – Cond. Torres do Iguatemi/Brotas. Funcionamento de segunda a sexta, das 7h às 17h. PEDAGOGO (ESTÁGIO) Ensino Superior cursando Pedagogia - A partir do 3º sem Desejável: Curso de Inglês e Espanhol Bolsa estágio 600,00 + Benefícios 05 VAGAS CHURRASQUEIRO Ensino Fundamental completo Experiência mínima de 06 meses na função Obrigatório possuir vivência na área e residir no município de Lauro de Freitas ou regiões próximas Salário 1.230,00 + Benefícios 04 VAGAS COZINHEIRO DE RESTAURANTE Ensino Fundamental completo Experiência mínima de 06 meses na função Obrigatório possuir conhecimento em Buffet/self service, culinária baiana, massas, saladas, cozinha natural e residir no município de Lauro de Freitas ou regiões próximas Salário 1.230,00 + Benefícios 05 VAGAS VAGAS EXCLUSIVAS PARA LAURO DE FREITAS ATENDENTE/PRAÇA DE ALIMENTAÇÃO (ESTÁGIO) Ensino Médio incompleto ou Superior em Nutrição ou Gastronomia 04 VAGAS ATENDENTE BALCONISTA (ESTÁGIO) Ensino Médio incompleto 02 VAGAS AUXILIAR DE SUSHIMAN Ensino Fundamental completo Obrigatório possuir experiência 02 VAGAS POLIDOR AUTOMOTIVO Ensino Médio completo Experiência mínima de 06 meses na carteira 01 VAGA GESSEIRO Ensino Fundamental completo Experiência mínima de 06 meses na carteira 03 VAGAS EMPREGADA DOMÉSTICA NOS SERVIÇOS GERAIS Ensino Médio incompleto Experiência mínima de 06 meses na carteira Obrigatório possuir vivência com limpeza da casa, saber cozinhar, lavar e passar 01 VAGA CHAPISTA/FUNILEIRO AUTOMOTIVO Ensino Médio incompleto Experiência mínima de 06 meses na carteira 01 VAGA PREPARADOR AUTOMOTIVO Ensino Médio completo Experiência mínima de 06 meses na carteira Obrigatório possuir disponibilidade para atuar no preparo do carro para ser pintado 01 VAGA ️VAGAS EXCLUSIVAS PARA SANTO ANTÔNIO DE JESUS MOTORISTA Ensino Médio completo Experiência na função – Apresentar carta de referência Obrigatório possuir CNH ‘E’ 01 VAGA OPERADOR DE EMPILHADEIRA Ensino Médio completo Experiência na função – Apresentar carta de referência Obrigatório possuir curso na área 01 VAGA ELETRICISTA AUTOMOTIVO Ensino Médio completo Experiência em sistema elétrico e eletrônico de caminhões e ônibus – Apresentar comprovação Obrigatório possuir CNH ‘B e curso de Eletromecânica 03 VAGAS TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO Ensino Técnico completo na área Experiência na função – Apresentar carta de referência Obrigatório possuir registro no MTE 01 VAGA ENTREGADOR DE ÁGUA Ensino Fundamental completo Experiência na função – Apresentar carta de referência Obrigatório possuir CNH ‘A’ 01 VAGA VENDEDOR PRACISTA Ensino Médio completo Experiência no ramo de alimentos – Apresentar comprovação Obrigatório possuir CNH e moto 01 VAGA MANUTENÇÃO PREDIAL Ensino Médio completo Experiência na função – Apresentar carta de referência Obrigatório possuir conhecimento em manutenção corretiva/preventiva de instalações prediais como elétrica, mecânica e hidráulica, troca de realização de teste de funcionamento e disponibilidade para trabalhar em Cruz das Almas 01 VAGA ESTOQUISTA Ensino Médio completo Experiência na função – Apresentar carta de referência Obrigatório possuir vivência com armazenamento de mercadorias, atualização/contagem de estoque no sistema, balanço, cadastramento de produtos e disponibilidade para trabalhar em Cruz das Almas 01 VAGA SERRALHEIRO Ensino Médio completo Experiência na função – Apresentar carta de referência 01 VAGA AUXILIAR DE PADEIRO Ensino Fundamental completo Experiência na função – Apresentar carta de referência 01 VAGA MECÂNICO INDUSTRIAL Ensino Médio completo Experiência na função – Apresentar carta de referência 01 VAGA ELETRICISTA Ensino Médio completo Experiência na função – Apresentar carta de referência Obrigatório possuir curso NR 10 01 VAGA ELETRICISTA Ensino Médio completo Obrigatório possuir cursos NR 10, NR 35, Eletricista de redes de distribuição e outros direcionados a função 50 VAGAS BLASTER Ensino Fundamental completo Obrigatório possuir curso de Blaster 11 VAGAS IMPRESSOR GRÁFICO Ensino Médio completo Experiência na função – Apresentar carta de referência 01 VAGA OPERADOR DE MÁQUINA EXTRUSORA Ensino Médio completo Experiência na função – Apresentar carta de referência Obrigatório possuir curso de Operador de Máquina, Mecânica e áreas afins 02 VAGAS OPERADOR DE CALDEIRA Ensino Médio completo Experiência na função – Apresentar carta de referência Obrigatório possuir curso NR 13 01 VAGA ELETRICISTA Ensino Técnico completo em Elétrica, Eletrotécnica, Eletroeletrônico Experiência na área de indústria– Apresentar comprovação Obrigatório residir em Valença 01 VAGA VAGAS EXCLUSIVAS PARA JEQUIÉ ALINHADOR DE VEÍCULO Ensino Médio completo Experiência mínima de 06 meses na função 01 VAGA MONTADOR Ensino Fundamental completo Experiência mínima de 06 meses na função 01 VAGA PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA Ensino Superior completo Experiência mínima de 06 meses na carteira 01 VAGA VAGAS EXCLUSIVAS PARA ITABUNA OPERADOR DE TELEMARKETING (PCD) Exclusiva para Pessoas com Deficiência Ensino Médio completo Não exige experiência 05 VAGAS INSPETOR DE DISCIPLINA (PCD) Exclusiva para Pessoas com Deficiência Ensino Médio completo Não exige experiência 02 VAGAS AUXILIAR DE LIMPEZA (PCD) Exclusiva para Pessoas com Deficiência Ensino Médio incompleto Não exige experiência 01 VAGA AUXILIAR DE COZINHA (PCD) Exclusiva para Pessoas com Deficiência Ensino Fundamental incompleto Não exige experiência 01 VAGA MOTORISTA PODADOR / ELETRICISTA Ensino Técnico completo em Eletrotécnica Experiência mínima de 06 meses na função Obrigatório possuir cursos de RD, NR10, NR35, Eletricista básico e Direção Defensiva 02 VAGAS MOTORISTA MUNK Ensino Médio completo Experiência mínima de 06 meses na função Obrigatório possuir CNH ‘E’, cursos de NR10, Eletricista básico e Direção Defensiva 10 VAGAS AUXILIAR ELETRICISTA Ensino Fundamental completo Experiência mínima de 06 meses na função Obrigatório possuir cursos de NR10 e Eletricista básico 03 VAGAS AUXILIAR DE LAVANDERIA Ensino Médio completo Experiência mínima de 06 meses na carteira 01 VAGA ROÇADOR Ensino Fundamental incompleto Experiência mínima de 06 meses com manutenção de máquinas que serão operadas 01 VAGA SOLDADOR Ensino Médio incompleto Experiência mínima de 06 meses com solda MIG 01 VAGA SOLDADOR Ensino Médio incompleto Experiência mínima de 06 meses com solda TIG 01 VAGA VENDEDOR PRACISTA Ensino Médio completo Experiência mínima de 06 meses com vendas 01 VAGA ENCARREGADO DE SEÇÃO DE PERECÍVEIS EM MERCADO Ensino Médio completo Experiência mínima de 06 meses na carteira 01 VAGA MAGAREFE Ensino Fundamental incompleto Experiência mínima de 06 meses na função 01 VAGA VENDEDOR PRACISTA Ensino Médio completo Experiência mínima de 06 meses com vendas no ramo de alimentos Obrigatório possuir CNH ‘A’ ou ‘B’, carro ou moto e vivência na área de varejo 01 VAGA ANALISTA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS Ensino Superior completo em Análise de Sistemas ou Ciência da Computação Experiência mínima de 06 meses com desenvolvimento de sistema WEB 01 VAGA ENCARREGADO DE LINHA MORTA Ensino Técnico completo em Eletrotécnica Experiência mínima de 06 meses na função Obrigatório possuir cursos de RD, NR 10, NR 35 e SEP 02 VAGAS ENCARREGADO DE PODA Ensino Técnico completo em Eletrotécnica Experiência mínima de 06 meses na função Obrigatório possuir cursos de RD, NR-10, NR-35 e SEP 02 VAGAS ENCARREGADO DE LINHA VIVA Ensino Técnico completo em Eletrotécnica Experiência mínima de 06 meses na função Obrigatório possuir cursos de RD, NR-10, NR-35 e SEP 03 VAGAS VAGAS EXCLUSIVAS PARA BARREIRAS OPERADOR DE CAIXA (PCD) Exclusiva para Pessoas com Deficiência Ensino Médio completo Experiência mínima de 06 meses na função 01 VAGA AUXILIAR DE LIMPEZA Ensino Fundamental incompleto Experiência mínima de 06 meses na função Obrigatório possuir disponibilidade para trabalhar no turno noturno 01 VAGA GARÇOM Ensino Fundamental incompleto Experiência mínima de 06 meses na função Obrigatório possuir disponibilidade para trabalhar no turno noturno 01 VAGA TÉCNICO DE ENFERMAGEM Ensino Técnico completo de Enfermagem Experiência mínima de 06 meses na função 01 VAGA AUXILIAR TÉCNICO DE MECÂNICA Ensino Médio completo Experiência mínima de 06 meses em mecânica de máquinas agrícolas e/ou de construção civil 01 VAGA VIGILANTE Ensino Médio completo Experiência mínima de 06 meses na função Obrigatório possuir curso de Vigilante (atualizado) 30 VAGAS TÉCNICO EM MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE INFORMÁTICA Ensino Técnico completo em Informática Experiência mínima de 06 meses em manutenção de impressoras 01 VAGA ELETRICISTA Ensino Médio completo Experiência mínima de 06 meses como roçador/poda eletricista Obrigatório possuir curso de Eletricista de Rede de Distribuição 08 VAGAS ELETRICISTA DE INSTALAÇÕES Ensino Médio completo Experiência mínima de 06 meses como eletricista de rede de distribuição Obrigatório possuir curso de Eletricista de Rede de Distribuição 08 VAGAS SOLDADOR Ensino Fundamental completo Experiência mínima de 06 meses como soldador TIG 01 VAGA ELETRICISTA DE LINHA DE ALTA-TENSÃO Ensino Médio completo Experiência mínima de 06 meses como eletricista de linha viva Obrigatório possuir curso de Eletricista de Rede de Distribuição 04 VAGAS ENCARREGADO DE EQUIPE DE CONSERVAÇÃO Ensino Técnico completo em Eletrotécnico Experiência mínima de 06 meses como eletricista Obrigatório possuir curso de Eletricista de Rede de Distribuição 03 VAGAS OPERADOR DE GUINDASTE MÓVEL Ensino Médio completo Experiência mínima de 06 meses como operador de guindauto Obrigatório possuir CNH ‘D’ e curso na área 01 VAGA SUPERVISOR COMERCIAL Ensino Superior completo em Engenharia, Administração e/ou Ciências Contábeis Experiência mínima de 06 meses na função Obrigatório possuir conhecimento no Pacote Office, legislação trabalhista e de trânsito, manutenção de frota, orçamento e custos 01 VAGA VAGAS EXCLUSIVAS PARA JUAZEIRO AUXILIAR ADMINISTRATIVO Ensino Médio completo Experiência mínima de 06 meses na carteira 01 VAGA DESIGNER GRÁFICO Ensino Médio completo Experiência mínima de 06 meses na carteira 01 VAGA ATENDENTE ODONTOLÓGICO Ensino Médio completo Experiência mínima de 06 meses na carteira 01 VAGA AUXILIAR DE CONFEITEIRO Ensino Fundamental completo Experiência mínima de 06 meses na carteira 01 VAGA CHURRASQUEIRO Ensino Fundamental completo Experiência mínima de 06 meses na carteira 01 VAGA EMPREGADO DOMÉSTICO Ensino Fundamental completo Experiência mínima de 06 meses na carteira 01 VAGA FARMACÊUTICO Ensino Superior completo Experiência mínima de 06 meses na carteira 01 VAGA GERENTE ADMINISTRATIVO Ensino Superior completo Experiência mínima de 06 meses na carteira 01 VAGA FERRAMENTEIRO Ensino Médio completo Experiência mínima de 06 meses na carteira 01 VAGA MECÂNICO DE EMPILHADEIRA Ensino Fundamental completo Experiência mínima de 06 meses na carteira 01 VAGA MÉDICO VETERINÁRIO Ensino Superior completo Experiência mínima de 06 meses na carteira 01 VAGA NUTRICIONISTA Ensino Superior completo Experiência mínima de 06 meses na carteira 01 VAGA REPOSITOR DE MERCADORIAS Ensino Médio completo Experiência mínima de 06 meses na carteira 01 VAGA Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.



Simm tem vagas para cabeleireiro, operador de telemarketing e manicure; confira lista


26/01/2020 19:34 - g1.globo.com


Interessados devem ir a um dos postos do órgão e levar documentos. Simm tem vaga para cabeleireiro Celso Tavares/G1 O Serviço Municipal de Intermediação de Mão-de-obra (Simm) divulgou as vagas de emprego disponíveis para esta segunda-feira (27), em Salvador. [Confira abaixo a lista] Os interessados devem ir na Sede do Simm, que fica na Rua Miguel Calmon, 506, no Edifício Ouro Preto, no Comércio, nas prefeituras-bairro de Itapuã, Pau da Lima e subúrbio e no posto do Simm na Boca do Rio. Os candidatos devem levar originais da Carteira de Trabalho (com o nº do: PIS, Pasep ou NIS), carteira de identidade, CPF, comprovante de residência e histórico escolar, para realização de cadastro, de busca por vagas e para encaminhamento para entrevistas e seleções de trabalho/emprego. O atendimento é feito das 7h às 17h, mediante distribuição de senhas, que são entregues a partir das 6h30. Confira as vagas: Fiscal de prevenção de perdas Ensino médio completo, 6 meses de experiência. Salário: 1.158,00 + benefícios 5 Vagas Auxiliar de padaria Ensino fundamental completo, 6 meses de experiência, imprescindível experiência ressente. Salário: 1.082,00 + benefícios 7 Vagas Auxiliar de açougue Ensino fundamental completo, 6 meses de experiência, imprescindível experiência ressente. Salário: 1.082,00 + benefícios 7 Vagas Repositor de mercadorias Ensino médio completo, 3 meses de experiência, vaga zoneada apenas para moradores dos seguintes bairros: PLATAFORMA, ITACARANHA, ESCADA, ALTO DA TEREZINHA, RIO SENA, PRAIA GRANDE, PERIPERI, FAZENDA COUTOS, PARIPE, SÃO TOMÉ DE PARIPE. Salário: a combinar + benefícios 10 Vagas Auxiliar de depósito Ensino médio completo, sem experiência, vaga zoneada para moradores de Simões Filho dos seguintes bairros: PITANGUINHA, SIMOES FILHO 1, CIA I, CIA II, ESTRADA DE CANDEIAS, PONTO PARADA, CENTRO, GOES CALMON, KM 25, KM 30, VIDA NOVA, PAULO SOUTO. Salário: a combinar + benefícios 10 Vagas Auxiliar de depósito Ensino médio completo, sem experiência, vaga zoneada para moradores que tenham fácil acesso a região da Cidade Baixa. Salário: a combinar + benefícios 5 Vagas Operador de telemarketing ativo e receptivo (estágio) Ensino superior cursando em Administração ou áreas afins a partir do 1º semestre, sem experiência. Salário: a combinar + benefícios 2 Vagas Cabeleireiro Ensino médio completo, 6 meses de experiência, curso na área, disponibilidade para residir em alojamento de funcionários em Mata do São João. Salário: a combinar + benefícios 2 Vagas Recepcionista Bilingue Ensino médio completo, 6 meses de experiência, imprescindível conhecimento intermediário no idioma Espanhol, disponibilidade para residir em alojamento de funcionários em Mata do São João. Salário: a combinar + benefícios 5 Vagas Promotor de vendas Ensino médio completo, 6 meses de experiência, imprescindível conhecimento intermediário no idioma Espanhol, disponibilidade para residir em alojamento de funcionários em Mata do São João. Salário: a combinar + benefícios 5 Vagas Cozinheiro de Restaurante Ensino médio completo, 6 meses de experiência, imprescindível experiência no preparo de forno e fogão Salário: 1.200,00 + benefícios 1 vaga Auxiliar de Limpeza Ensino médio completo, 6 meses de experiência. Salário: a combinar + benefícios 1 vaga Auxiliar de Limpeza Ensino médio completo, 6 meses de experiência, ter disponibilidade total de horário Salário: a combinar + benefícios 1 vaga Empacotador (vaga exclusiva para pessoas com deficiência) Fundamental completo, sem experiência, vaga zoneada para Paralela, Vasco da Gama e Paripe. Salário: 1.039,00 + benefícios 7 vagas Oficial de Manutenção Predial Ensino médio completo, 6 meses de experiência, imprescindível experiência em todas essas áreas: manutenção predial, pintura, alvenaria, hidráulica, elétrica e mecânica predial Salário: 1.168,46 + benefícios 1 vaga Auxiliar de limpeza Ensino médio completo, 3 meses de experiência, vaga zoneada para moradores do bairro de Pernambués e região. Salário: a combinar + benefícios 5 Vagas Manicure Ensino médio completo, 6 meses de experiência, imprescindível vivência com depilação, vaga zoneada para os bairros de CANELA /FEDERAÇÃO/GARCIA/VASCO DA GAMA/ENGENHO VELHO. Salário: a combinar + benefícios 1 Vaga Consultor de Vendas Ensino médio completo, 6 meses de experiência, desejável conhecimento em purificadores de água. Salário: a combinar + benefícios 2 Vagas Polidor de Veículos Ensino médio completo, 6 meses de experiência, imprescindível experiência com extratora de limpeza, pulverizadora, bicos de ar comprimido e polimento Salário: 1.100,00 + benefícios 1 vaga Chefe de Pista Ensino médio completo, 6 meses de experiência, Imprescindível Habilitação A/D, experiência com cargos de chefia Salário: 1.280,00 + benefícios 1 vaga Fiscal Operacional Ensino médio completo, 6 meses de experiência, Imprescindível CNH "A", possuir Moto, experiência com Cargo de Liderança no ramo de Limpeza em Vias Públicas, disponibilidade total de horário, desejável CNH "B". Salário: R$ 1.420,49 + benefícios 2 Vagas Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.



Veja as vagas de emprego do Sine Macapá para o dia 27 de janeiro


26/01/2020 17:07 - g1.globo.com


São oportunidades para assistente administrativo, cobrador interno, comprador, técnico em saúde bucal, entre outras. Sine oferece vaga para técnico em Saúde Bucal Divulgação O Sistema Nacional de Emprego no Amapá (Sine-AP) oferece vagas de empregos para Macapá. O número de vagas está disponível de acordo com as empresas cadastradas no Sine e são para todos os níveis de escolaridade e experiência. Os interessados podem procurar o Sine, localizado na Rua General Rondon, nº 2350, em frente à praça Floriano Peixoto. Em toda a rede Super Fácil tem guichês do Sine e neles é possível obter informações sobre vagas na capital. Para se cadastrar e atualizar os dados, o trabalhador deverá apresentar Carteira de Trabalho, RG, CPF e comprovante de residência (atualizado). Veja as vagas disponíveis de acordo com as solicitações das empresas: auxiliar administrativo cobrador externo comprador doceira mestre doceiro promotor de vendas externo secretária executiva técnico em saúde bucal vendedor interno auxiliar administrativo (para pessoa com deficiência) O Sine informa que as vagas oferecidas podem sofrer alterações de um dia para o outro, pois o sistema não contabiliza os atendimentos ao longo do dia realizado nas unidades Superfácil, que funcionam após o fechamento da agência central. Para ler mais notícias do estado, acesse o G1 Amapá.



Métodos de produção podem reduzir uso de agrotóxicos e agricultor consegue economizar


26/01/2020 12:07 - g1.globo.com

Manejo adequado dos pesticidas pode diminuir também riscos de acidentes e contaminação, atenuando as chances de dano ambiental. Relembre. Métodos de produção podem reduzir uso de agrotóxicos e agricultor consegue economizar Neste domingo (26), o Globo Rural continua a reapresentar algumas das melhores reportagens do programa em 2019. Assista a todos os vídeos do Globo Rural O uso de agrotóxicos é algo comum nas propriedades rurais do Brasil, mas esses produtos também podem trazer problemas para saúde de agricultores e trabalhadores rurais. No Paraná, o Globo Rural mostrou que é possível ter uma boa produtividade no campo e, ao mesmo tempo, reduzir os riscos para as pessoas e para a natureza. O manejo adequado dos agrotóxicos evita acidentes e contaminação. Relembre a reportagem no vídeo acima. Acompanhe a cobertura de Agronegócios do G1 Initial plugin text



Agricultores de Santa Catarina preservam a tradição da farinha de mandioca


26/01/2020 12:01 - g1.globo.com

Catarinenses querem que modo artesanal de fazer farinha seja reconhecido oficialmente como patrimônio cultural do Brasil. Relembre. Agricultores de Santa Catarina preservam a tradição da farinha de mandioca Neste domingo (26), o Globo Rural continua a reapresentar algumas das melhores reportagens do programa em 2019. Assista a todos os vídeos do Globo Rural No litoral de Santa Catarina, a produção artesanal de farinha de mandioca é uma tradição que tem quase três séculos. A atividade envolve mais de 60 engenhos, que fazem uma farinha bem fininha, típica da região, também conhecida como "farinha de guerra". É uma farinha bem fininha, resultado do encontro da cultura indígena com a portuguesa. Os produtores catarinenses querem que o modo artesanal de fazer farinha seja reconhecido oficialmente como patrimônio cultural do Brasil. Relembre a reportagem no vídeo acima. Acompanhe a cobertura de Agronegócios do G1



Quilombolas e pequenos produtores de Goiás conseguem renda com coleta de sementes nativas do Cerrado


26/01/2020 11:47 - g1.globo.com

Projeto, criado em 2017, já gerou mais de R$ 400 mil com a venda de sementes. Relembre. Quilombolas e pequenos produtores de Goiás conseguem renda com coleta de sementes nativas Neste domingo (26), o Globo Rural continua a reapresentar algumas das melhores reportagens do programa em 2019. Assista a todos os vídeos do Globo Rural Uma delas fala sobre um projeto incentiva coleta de sementes nativas do Cerrado e garante renda para quilombolas na Chapada dos Veadeiros, em Goiás. Desde que foi criado, o projeto já gerou mais de R$ 400 mil com a venda de sementes. Relembre a reportagem no vídeo acima. Acompanhe a cobertura de Agronegócios do G1



Produtores de algodão começam o plantio da safra em Mato Grosso


26/01/2020 11:43 - g1.globo.com

Estado é o principal produtor do país e mais de 70% da safra já foi comercializada. Produtores de algodão começam o plantio da safra em Mato Grosso O plantio do algodão da segunda safra já começou em Mato Grosso, estado que é o maior produtor do país. A previsão é que a área passe de 1,1 milhão de hectares, um pouco maior do que a do ano passado. Assista a todos os vídeos do Globo Rural A região oeste de Mato Grosso é a que concentra a maior quantidade de lavouras de algodão do país. Nesta safra, os agricultores devem cultivar quase 470 mil hectares, o que é 28% a mais que na temporada passada. Em todo o estado, mais de 70% desta safra já foi vendida, principalmente para o exterior. E a procura pelo algodão brasileiro é tão grande, que já tem gente comprando agora o que ainda vai ser plantado em 2021. Veja a reportagem completa no vídeo acima. Acompanhe a cobertura de Agronegócios do G1